Anúncios

Embora a temporada de furacões no Atlântico Norte tenha terminado tecnicamente em 30 de novembro, meteorologistas monitoram uma área de baixa pressão no meio do oceano e que pode se converter em um ciclone subtropical nesta semana. Neste caso, a tempestade se vier a se formar seria nomeada e seria chamada de Owen.


Uma grande área de baixa pressão sobre o Atlântico subtropical central, a cerca de 1200 quilômetros a Nordeste das ilhas do Norte do Caribe, no momento traz chuvas desorganizadas e tempestades. As condições atmosféricas parecem favoráveis para que esse distúrbio tropical adquira algumas características subtropicais à medida que avança para Nordeste nos próximos dias.

No entanto, espera-se que a área de baixa pressão se mova sobre águas mais frias na noite de quinta ou sexta-feira, provavelmente encerrando suas chances de se tornar uma depressão ou tempestade subtropical.

A perturbação recebeu uma chance média de desenvolvimento nos próximos dias pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. Embora não sejam esperados impactos diretos em terra, correntes marítimas e ondas fortes afetarão as praias ao longo da costa Leste norte-americana.

Uma depressão ou tempestade subtropical tem características de uma depressão ou tempestade tropical. A maior parte de sua energia é derivada do encontro de ar quente e frio, mas o sistema não possui frentes e é de núcleo frio nos níveis superiores da atmosfera.

Como os sistemas tropicais, uma depressão ou tempestade subtropical tem um centro bem definido e uma circulação fechada. No entanto, a área de ventos máximos dentro da circulação está mais distante do centro e há menos simetria.

Anúncios