Anúncios

A atuação de um ciclone extratropical hoje na costa gaúcha e a passagem de uma linha de temporais ontem pelo Rio Grande do Sul foi responsável por trazer rajadas de vento forte a até intensas no Estado. Veja medições de estações meteorológicas com a ressalva que houve vento mais forte e destrutivo no interior gaúcho em pontos sem medições.


São José dos Ausentes: 90,1 km/h
Canela: 88,5 km/h (ontem à noite – Inmet)
Rio Grande: 74,0 km/h
Erechim: 73,6 km/h (ontem à noite – Inmet)
Capão do Leão: 72,0 km/h
Cambará do Sul: 70,2 km/h
Farroupilha: 69,2 km/h
Teutônia: 69,2 km/h
Caxias do Sul: 68,4 km/h
Capão da Canoa: 66,5 km/h
Santa Maria do Herval: 66,3 km/h
Campo Bom: 66,0 km/h
Vacaria: 65,1 km/h
Veranópolis: 64,4 km/h
Soledade: 62,6 km/h
Canoas: 61,1 km/h
Porto Alegre: 59,5 m/h
Taquara: 57,6 km/h
Encruzilhada do Sul: 56,3 km/h
Lavras do Sul: 54,7 km/h
Minas do Leão: 56,2 km/h
Restinga Seca: 51,5 km/h
Westfália: 51,5 km/h

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas


Ciclones extratropicais são absolutamente rotineiros e ocorrem ao longo de todo o ano no Atlântico Sul, sendo mais comuns e mais intensos nos meses mais frios pelo contraste de pressão maior com os sistemas de alta pressão associados às incursões de ar polar. Este ciclone vai começar nas próximas horas a se afastar gradualmente do continente.

Anúncios