Anúncios

Chuva volumosa no Paraná e no Sul de São Paulo é a projeção da MetSul Meteorologia para este começo de semana. Os acumulados em alguns municípios paranaenses devem superar os 100 mm, logo ultrapassando a média de precipitação de maio inteiro em apenas um dia entre este domingo e a segunda-feira.

A tendência é que áreas de instabilidade comecem a ingressar no território paranaense pelo Oeste a partir da madrugada deste domingo e ao longo do dia tomem conta de diversas regiões do Paraná, inclusive de Curitiba. A capital e a Região Metropolitana de Curitiba devem ter um domingo de muitas nuvens e chuva que por vezes pode ser moderada a forte com chance de trovoadas. Os volumes apenas neste domingo em pontos da área metropolitana do Paraná podem superar os 50 mm, o que é uma excelente notícia diante do quadro de estiagem que traz racionamento de água. A chuva deve alcançar também o Vale do Ribeiro, no Sul paulista.


A chuva neste domingo deve se concentrar principalmente do Centro para o Sul e o Leste do Paraná ao passo que no Norte paraense o sol deve aparecer com nuvens em diferentes municípios, mas com aumento de nebulosidade e chuva isolada. Precipitações mais generalizadas no Norte do Paraná são previstas para a segunda-feira, quando a chuva deve alcançar mais localidades de São Paulo.

A MetSul alerta que a chuva entre este domingo e a segunda-feira no Paraná e no Vale do Ribeira pode ser localmente moderada a forte e acompanhada de raios e trovoadas. O risco de chuva isoladamente torrencial é maior no estado do Paraná. Não podem ser descartados ainda temporais localizados de vento forte e, sobretudo, granizo.

Volumes de chuva no Paraná e São Paulo

O mapa abaixo mostra a projeção de chuva do modelo WRF da MetSul com os volumes totais previstos até 9h de terça-feira. Este e outros modelos com projeções de chuva estão disponíveis com exclusividade ao assinante na seção de mapas.

Como se observa no mapa, a chuva atingirá de forma generalizada o Paraná neste começo de semana. Os volumes em muitas áreas devem superar os 50 mm com totais isolados mesmo superiores a 100 mm em parte do território paranaense. O Leste do Paraná, onde está Curitiba, deve ser uma das regiões beneficiadas pela chuva mais volumosa.

Por que a chuva no Paraná é relevante?

A chuva no Paraná é uma excelente notícia, e diga-se bastante relevante, por dois motivos. Primeiro, o estado vive uma prolongada estiagem que traz racionamento de água. Soma-se agora a crise hídrica que ameaça comprometer o fornecimento de energia no país mais tarde neste ano. O Paraná é cortado pela bacia do Rio Iguaçu, importante no submercado Sul e que terá chuva com volumes altos em alguns pontos nesta semana. Não é uma chuva que resolve a crise, mas qualquer precipitação no estágio atual é bem-vinda.

Segundo, um evento de chuva de 50 mm a 100 mm em muitas cidades cresce em importância porque esta é uma época do ano em que o Paraná começa a sofrer os efeitos da estação seca do Brasil Central. Diferentemente do Rio Grande do Sul que no inverno o seu período mais chuvoso do ano na climatologia, áreas mais ao Norte do Sul do Brasil como o Paraná sentem os reflexos da estação seca do Centro do país e experimentam uma diminuição da chuva.

Chuva será favorecida por avanço de ar frio

O avanço de ar frio sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina vai estimular a instabilidade deste começo de semana no Paraná. A massa de ar frio não deve conseguir progredir e ao ficar entre o ar mais frio do Sul e mais quente ao Norte o Paraná acabará recebendo muita chuva em diversas regiões.


O impacto desta massa de ar frio que ingressa no Sul do Brasil será muito mais sentido no Rio Grande do Sul, onde são esperadas marcas negativas e geada em diversas regiões. No caso do Paraná, apesar da tendência de esfriar com tempo úmido, as mínimas não serão muito baixas. Os reflexos devem ser mais sentidos nas máximas menores.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Por isso, Curitiba e outras cidades do Paraná não devem ter uma semana fria após este evento de chuva deste domingo e da segunda. Desenha-se, ao contrário, uma primeira semana de junho com marcas bastante agradáveis durante o dia e temperatura acima da média desta época do ano.

Anúncios