Anúncios

Volumes excessivos de chuva foram registrados semana passada no Uruguai e no Oeste do Rio Grande do Sul. Os acumulados variaram de 200 mm a 300 mm a ponto de em Rivera ter sido registrado um volume superior a 220 mm em apenas 24 horas. Tamanho volume trouxe alagamentos e inundações, além de interferir nas bacias da região. Rios como o Quaraí e o Ibirapuitã subiram muito no Oeste antes de estabilizarem durante o fim de semana. Moradores chegaram a ser removidos de suas casas pela cheia (foto) nos lados uruguaio e brasileiro da fronteira Artigas-Quaraí.


Depois de uma trégua da chuva, a instabilidade agora volta com força para essas áreas castigadas pela chuva intensa da última semana. Entre esta terça e quarta a região novamente vai ter chuva localmente forte a intensa com elevados volumes e que em alguns pontos podem passar de 100 mm em apenas 24 horas. O modelo WRF da MetSul (disponível para você assinante na seção de mapas) indica os maiores acumulados na região de Uruguaiana, Barra do Quaraí e Quaraí.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas


Como os rios seguem com seus níveis elevados na região, novo evento de precipitação excessiva traz o risco de um repique das cheias. Até porque no restante da semana deve chover mais devido ao deslocamento de uma frente fria que vai avançar pelo Rio Grande do Sul entre sexta e o sábado, antecedendo o primeiro pulso de ar frio no Sul do Brasil em várias semanas.

Anúncios