Anúncios

Chuva atinge Porto Alegre nesta segunda-feira e pode ser moderada a forte em alguns momentos. Instabilidade na capital deve ser maior da tarde para a noite. | PEDRO PIEGAS/PMPA

A semana começa com instabilidade no Rio Grande do Sul. Uma área de baixa pressão atmosférica vai instabilizar o tempo em todo o território gaúcho com maior risco de chuva forte e de temporais nesta segunda e na terça-feira, embora o tempo siga sujeito à chuva na quarta e na quinta.

A nebulosidade começou a aumentar hoje no Rio Grande do Sul e vai dominar o estado nesta segunda-feira, embora aberturas de sol possam ocorrer em parte do dia em algumas cidades. No geral, porém, a nebulosidade predomina. A área de baixa pressão instabiliza o tempo e chove em todas as regiões no decorrer do dia.

Alerta-se para a alta probabilidade de chuva forte a intensa com risco de alagamentos em algumas localidades. Há condições ainda para temporais localizados com rajadas de vento e eventual queda de granizo, embora o risco maior seja chuva forte a intensa localizada com trovoadas.

É o começo de uma sequência de dias com instabilidade no Rio Grande do Sul e que deve perdurar até a quinta-feira. A MetSul emitiu alerta para dias seguidos com elevado risco de chuva localmente forte a intensa e temporais localizados no Sul do Brasil. A instabilidade vai afetar o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná.


A chuva pode ser volumosa em diferentes pontos e alguns temporais podem ser fortes. Não se trata de episódio de um dia de instabilidade, mas um período mais prolongado com a atmosfera muito instável que proporcionará condições propícias para temporais localizados e ocorrências isoladas de chuva intensa com elevados acumulados em curto período.

Projeção de instabilidade do modelo WRF para a manhã, tarde e noite da segunda-feira, e a madrugada da terça-feira | METSUL

A chuva no estado vai variar muito nesta semana. Haverá locais no Rio Grande do Sul que vão terminar esta semana com não mais de 20 mm, porém haverá pontos do estado com marcas tão altas quanto 100 mm a 150 mm ou mais.

Neste locais em que a chuva vier a ser mais intensa há risco de alagamentos e inundações repentinas, mas não se antecipa cheias em grandes bacias. Rios menores e arroios podem sair do leito em cidades que tiverem acumulados localmente excessivos em curto período.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios