Anúncios

Fábio Maciel

Voltou a chover muito forte hoje, pelo segundo dia seguido, no Extremo Sul gaúcho. As fortes precipitações atingiram a região de Santa Vitória do Palmar e do Chuí. 

Até o meio da tarde desta terça-feira, a estação do Instituto Nacional de Meteorologia, na Barra do Chuí, em Santa Vitória do Palmar, registrou 152,4 mm na soma de ontem e hoje. O volume em 48 horas supera a média histórica de precipitação de fevereiro na região. 


Proprietários rurais de Santa Vitória do Palmar chegaram a registrar 170 mm em algumas de suas propriedades nestes dois dias.

A instabilidade no Sul gaúcho foi associada a uma área de menor pressão atmosférica que atingiu também parte do Uruguai com chuva forte e eventos de inundação repentina. 

A chuva volumosa de ontem e hoje na região do Chuí e de Santa Vitória do Palmar ocorre após um começo de mês que já foi chuvoso e um janeiro de muita água. Proprietário rural de Santa Vitória do Palmar, que conta com a consultoria da MetSul e mantém o seu próprio controle pluviométrico em sua propriedade, registrou 206 mm em janeiro, terceiro maior acumulado no mês desde que se iniciaram as medições em 1999. No ano passado, com a intensa estiagem, somente 44 mm tinham se precipitado em janeiro.


A MetSul adverte que o risco de chuva localmente forte a intensa com altos volumes isolados em curto período, e ainda com possibilidade de temporais localizados, persiste nesta quarta-feira no Sul do Estado. 

Anúncios