Anúncios

Prognósticos de chuva para os próximos 5 dias indicam que a transição do outono para o inverno poderá ter a instabilidade atuando de forma um pouco mais ampla que o normal para esta época do ano. Todas as regiões do Brasil poderão ter eventos de chuva ainda que em algumas áreas sejam isolados. Em algumas partes há a expectativa de acumulados altos de precipitação com alerta para transtornos. Sob esse ponto de vista neste sábado a instabilidade pode voltar forte ao Sul do Brasil devido a formação de um sistema de baixa pressão atmosférica com risco de temporais isolados e volumes altos de chuva, especialmente na Metade Leste de Santa Catarina e Paraná. Na faixa Leste ocorrem os maiores acumulados com projeção de até 100 mm em alguns pontos. Parte dessa instabilidade afetará os estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo no fim de semana. Pode chover forte no Vale do Ribeira com acumulados pontuais ao redor de 50 mm. No Sul de Mato Grosso do Sul a chuva será abrangente, porém com baixos acumulados que irão oscilar entre 10 e 25 mm.


Por outro lado, no setor  Leste do Sudeste  considerando a faixa Leste de São Paulo e de Minas Gerais, os estados do Rio de Janeiro e Espirito Santo a umidade segue presente com muitas nuvens e com previsão de pancadas esparsas de chuva que, em geral, terão baixos acumulados por vários dias seguidos.


Simultaneamente no Nordeste a chuva se distribui nas bordas da região, com previsão de acumulados maiores concentrados na faixa litorânea da região nos próximos 5 dias. Atenção para o risco de chuva forte entre o Litoral do Sergipe, Alagoas e Pernambuco com projeção de volumes ao redor de 75 mm com pontos isolados de Alagoas com previsão de até 100 mm. Analogamente pode chover forte também entre o Norte do Maranhão e Ceará com acumulados ao redor de 50 a 75 mm. Entretanto, no interior da Bahia, Maranhão e Piauí o tempo se mantém seco com sol.

Por último no Norte do Brasil a chuva e a umidade seguirão muito presentes com acumulados mais altos no setor Norte da região notadamente entre os estados do Amapá, Roraima, Norte do Pará e Amazonas. A primeira vista os cumulados nessas regiões poderão oscilar entre 100 e 150 mm nos próximos dias. Por outro lado, no setor Sul da região entre Rondônia, Acre e sul do Pará a chuva terá baixos acumulados no período. Em Tocantins o tempo fica seco praticamente sem chuva.

Anúncios