Anúncios

A imagem de satélite do meio-dia mostrava o começo da formação de múltiplas áreas de instabilidade com chuva e raios (pontos vermelhos) no Sul do Brasil. Estas áreas tendem a se intensificar e novas surgirão entre a tarde e a noite de hoje sobre o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná com chuva em diversos locais. A chuva será localmente forte a torrencial em alguns municípios e há risco de temporais localizados de vento forte e granizo.


No caso do Rio Grande do Sul, a chuva já atinge desde o fim da manhã diferentes cidades mais ao Norte do estado e nas próximas horas deve se concentrar na justamente mais na Metade Norte, embora irregular, mas alcançará pontos isolados de outras regiões como da Metade Sul. Setores localizados podem ter chuva forte e temporal típicos de verão.

Chama atenção nas projeções dos modelos o indicativo da possibilidade de chuva localmente forte a torrencial e mesmo a possibilidade de temporal de verão da tarde para a noite deste domingo, com maior probabilidade à tarde, na área entre os vales, a Grande Porto Alegre e a Serra.


Assim, Porto Alegre e outras cidades da região metropolitana devem ter chuva neste domingo e não se pode afastar o risco que em alguns pontos seja forte a intensa e mesmo com o risco de temporal isolado.

No restante do Sul do Brasil, os modelos projetam que o ar quente e úmido que traz muito abafamento formará vários núcleos de instabilidade sobre Santa Catarina e o Paraná da tarde para a noite deste domingo. A chuva em alguns locais será intensa com risco de alagamentos e não são descartados temporais de vento forte e granizo.

Estas formações isoladas de instabilidade são recorrentes durante os meses quentes do ano e ocorrem principalmente em jornadas de forte calor e com alta umidade. Como são nuvens localizadas, os volumes altos são isolados e há uma enorme variabilidade de acumulados de precipitação, não raro dentro de um mesmo município.

É comum neste tipo de instabilidade convectiva de verão chover em alguns bairros de uma cidade e não chover em outros. Ou mesmo chover de alagar parte de um município e não cair uma gota em outro extremo da mesma localidade.

Anúncios