Anúncios

Uma impressionante tempestade de chuva atingiu San Miguel de Tucumán, na província argentina de Tucumán, durante a noite desta segunda-feira (28) e foram registradas inundações significativas a ponto de a água cobrir e até arrastar os carros que estavam estacionados nas ruas.

 

Segundo noticiou a comunicação social local, a tempestade foi sentida de forma mais forte nas imediações da capital provincial, onde causou alguns danos materiais a veículos e residências. “É uma chuva muito intensa, cujo epicentro se concentrou na região metropolitana. Foi particularmente importante em Yerba Buena, em Tafí Viejo, na zona de Las Talitas”, explicou o chefe da Defesa Civil Fernando Torres ao jornal La Gaceta.

A chuva começou a cair por volta das oito da noite e continuou até a madrugada desta terça-feira (29). Pelos primeiros dados divulgados, caíram mais de 100 milímetros em pouco mais de duas horas. Com a chuva, a temperatura caiu dos 36°C registrados no período da tarde e chegou aos 23°C à noite. 

As autoridades decidiram abrir um centro para desabrigados no município de Las Talitas, no norte de San Miguel de Tucumán, e a assistência está sendo prestada nos locais mais afetados, embora no momento não haja feridos graves.

Mortes em Córdoba 

Duas pessoas morreram em consequência da chuva na província argentina de Córdoba. Uma mulher de 53 anos morreu depois de ser arrastada pela água que corria nas ruas da cidade de Villa Carlos Paz, em meio a uma chuva persistente que se registrou em grande parte do território provincial, enquanto um homem morreu depois de perder o controle do seu veículo na rodovia que liga aquela cidade à capital na hora do temporal, informaram fontes policiais. Nos últimos meses, a província de Córdoba enfrentou sua maior estiagem em 60 anos. 

Anúncios