Anúncios

Inundações generalizadasna costa Leste norte-americana com o deslocamento de uma baixa pressão da Flórida até a região da Nova Inglaterra | KENA BETANCUR/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Um intenso sistema de tempestades atingiu a costa Leste dos Estados Unidos durante a segunda-feira com chuvas torrenciais e ventos fortes, congestionando o tráfego em rodovias, atrasando voos em aeroportos, e provocando falta de luz. Ao menos quatro pessoas morreram pela chuva e o vento. Na Nova Inglaterra, árvores caíram e mataram duas pessoas.

Rajadas de vento acima de 100 km/h foram registradas ao longo da costa Sul da Nova Inglaterra, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional. Em Connecticut, ventos de 100 km/h derrubaram árvores e linhas de energia. Alertas foram emitidos em mais de meia dúzia de estados ao longo da Costa Leste, da Carolina do Norte ao Maine.


Cerca de 300 mm de chuva caíram em partes do estado de Nova Jersey e no Nordeste da Pensilvânia, e partes de vários outros estados registraram mais de 200 mm, disse o Serviço Meteorológico Nacional. As inundações em Nova York, Nova Jersey, Filadélfia e Boston deixaram as ruas da cidade completamente submersas antes da hora do rush.

Os sistemas de transporte coletivo, incluindo o metrô de Nova York, foram afetados por atrasos e cancelamentos. As pontes que atravessam a área tri-estadual (Nova York, Nova Jersey e Connecticut) tiveram restrições de tráfego, complicando ainda mais o trânsito. Motoristas foram resgatados em inundações em Nova Jersey e Connecticut.


As fortes chuvas e inundações na Costa Leste por uma profunda área de baixa pressão que avançou da Flórida até o Nordeste norte-americano podem ser uma prévia do que está por vir neste inverno. Da costa do Golfo do Texas até ao extremo Sul do Maine, as pessoas devem esperar mais precipitação do que o habitual de dezembro a fevereiro, de acordo com a última previsão sazonal da NOAA.

A chuva intensa começou no fim de semana pela Flórida com inundações em cidades como Fort Laudardale. Na sequência, a instabilidade intensa acompanhando a baixa pressão migrando para o Norte atingiu partes da Carolina do Sul com ao menos 500 mm de chuva no domingo e na segunda-feira.

A cidade de Charleston, na Carolina do Sul, enfrentou na segunda-feira as consequências da poderosa tempestade. A cidade foi inundada por enchentes que inundaram estradas e deixaram motoristas presos na inundações. A tempestade causou a quarta maré mais alta já registrada em Charleston, e a mais alta não provocada por uma tempestade tropical, disseram meteorologistas.

As alterações climáticas forçaram Charleston a adaptar-se rapidamente nos últimos anos. Os proprietários de muitas das casas históricas preservadas, um dos pilares do encanto da cidade, pagaram pelo menos 100 mil dólares para que as suas casas fossem erguidas mais alto, como proteção contra as cheias.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios