Anúncios

A imagem de satélite do começo da tarde desta terça-feira (26) mostra muita nebulosidade na Metade Oeste do Rio Grande do Sul e nuvens começando a se formar devido ao calor na Metade Leste gaúcha.


Estações do Instituto Nacional de Meteorologia já registraram chuva no Oeste, no Noroeste e no Norte do Estado. Em Ibirubá, na região de Cruz Alta, no Alto Jacuí, choveu 20 mm em apenas uma hora no final da manhã. 

Entre a tarde e a noite de hoje, a chuva atinge a maioria das regiões gaúchas, podendo ser forte e com risco de temporal passageiro de verão em alguns pontos. Áreas como Porto Alegre, a região metropolitana e o Litoral Norte que neste início de tarde têm sol e calor, como era previsto, devem ter chuva mais tarde.

Apesar de ainda irregular na distribuição e com enorme variabilidade de volumes de ponto para outro, a chuva deve atingir um número muito maior de cidades da tarde para a noite desta terça-feira.

É o começo de um longo período de instabilidade que vai prosseguir pelos primeiros dias de fevereiro e que será responsável por volumes de chuva muito altos no Estado. 


Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Os acumulados que são indicados para os próximos dez a quinze dias no território gaúcho são por demais elevados com marcas excepcionalmente altas de precipitação em algumas regiões, em um padrão que não é típico do verão no Rio Grande do Sul e sim dos meses de inverno e primavera, quando são habituais períodos de chuva  (Com foto de capa de Anderson Flores)

Anúncios