Anúncios

O tempo se instabilizou com chuva na região Oeste do Rio Grande do Sul na manhã deste domingo com chuva e trovoadas enquanto nas demais regiões o sol aparecia com forte elevação da temperatura e calor. A temperatura no meio da manhã já atingia 30ºC às 9h em algumas cidades.

Imagem de satélite do meio-dia deste domingo com a instabilidade dominando o Oeste gaúcho e começando a avançar pelo estado | NOAA/NASA/METSUL

A tendência para as próximas horas é que a instabilidade do Oeste avance para outras regiões do Rio Grande do Sul da tarde para a noite de hoje. Até o fim do dia, a tendência é chover em grande número de cidades do estado, mas não em todas, afinal se espera que as precipitações sejam irregulares e mal distribuídas.


Uma vez que a atmosfera está aquecida, não se pode descartar a formação de nuvens de maior desenvolvimento vertical, capazes de trazer chuva forte localizada e até o risco de temporais isolados com vento forte e ocasional queda de granizo, como se viu ontem em algumas localidades gaúchas.

Amanhã, com um centro de baixa pressão atmosférica sobre o Paraguai e uma frente fria junto ao Rio Grande do Sul, espera-se uma maior presença de nuvens com chuva em diversas regiões, novamente irregular e mal distribuída com tempo abafado no estado.


O tempo segue instável no território gaúcho tanto na terça como na quarta com chuva outra vez em muitas cidades nos dois dias, mas com enorme variabilidade de volumes de um ponto para o outro.

O mapa de previsão de chuva acumulada para 72 horas, até 21h de terça, do modelo de alta resolução, é clássico de meses de verão. Isso porque a variabilidade de volumes de um ponto para outro é imensa com acumulados perto ou acima de 100 mm em setores muitos isolados e volumes que não chegam a 5 mm ou 10 mm em algumas localidades.

Por que se diz que o mapa é típico de verão na chuva nesta primeira metade da semana? Justamente porque esta enorme variabilidade de volumes de ponto para outro não costuma se dar nos meses frios do ano, quando a chuva tende a ser mais homogênea, enquanto no verão o calor favorece pancadas bastante isoladas que resultam nestas imensas variações de volumes dentro do estado e às vezes até dentro de uma mesma cidade.

A perspectiva é de tempo mais seco na segunda metade desta semana no Rio Grande do Sul com ingresso de uma massa de ar mais frio a partir de quinta-feira, que terá como efeito ainda marcas mais agradáveis durante a tarde e mínimas até baixas para esta época do ano durante a noite em algumas regiões.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios