Anúncios

Tempestades muito severas são projetadas pela MetSul Meteorologia para províncias do Centro da Argentina na tarde e noite desta terça-feira e entre a madrugada e a manhã da quarta-feira. O cenário meteorológico é condizente com a formação de supercélulas de tempestade que têm potencial de trazer temporais muito intensos e com caráter destrutivo em alguns pontos.

Províncias como a de La Pampa, Córdoba, Buenos Aires, Santa Fé e Entre Ríos estão na zona de risco de tempo severo. As condições atmosféricas vão se deteriorar muito rapidamente com o passar das horas na segunda metade da terça e o começo da quarta-feira nesta região com a formação de múltiplas áreas de tempestade e nuvens extremamente carregadas cujos topos podem ter temperatura de -80ºC ou menos.


Trata-se de uma condição particularmente perigosa de tempo severo pelo elevado risco de que se produzam tempestades localmente muito intensas a violentas com potencial destrutivo por vento e granizo. A cidade de Buenos Aires e sua área metropolitana, o denominado conurbano, estão entre as localidades com alto risco de tempo muito severo.

A análise do conjunto de dados atmosféricos projetados pelo pacote de modelos numéricos sugere tempestades com ocorrência de chuva localmente torrencial, mas a maior preocupação é com a perspectiva de tormentas pontualmente severas a violentas de granizo – que pode ser grande em alguns pontos – e de vento com risco de dowbursts (correntes descendentes) e até ocasional formação de tornados.


Os mapas abaixo mostram as projeções de granizo para a tarde e noite desta terça-feira com base no modelo norte-americano GFS. Observa-se que a probabilidade de granizo é muito alta no Centro argentino, em particular nas províncias de La Pampa, Córdoba, Santa Fé e Buenos Aires.

O cenário é crítico para tempo severo no Centro da Argentina em uma das situações de maior perigo para violentas tormentas em tempos recentes no país vizinho. Todos os ingredientes que aumentam o potencial de tempestades estarão presentes entre esta terça e a quarta-feira.

Primeiro, um centro de baixa pressão vai estar atuando na região com valores de pressão em superfície muito baixos. Modelos indicam a possibilidade de 995 hPa a 998 hPa na província de Buenos Aires, sendo que valores abaixo de 1.000 hPa são especialmente críticos para tempo severo.

Segundo, uma corrente de jato em baixos níveis (JBN ou LLJ) vai transportar ar muito quente para a região em que vão se formar as tempestades. O jato será muito intenso, com vento entre 1000 e 2000 metros de altitude, de 100 km/h a 150 km/h. Com o avanço de uma frente fria, o padrão de vento divergente (cisalhamento) será enorme e vão se criar condições propícias para tornados.

Terceiro, uma frente fria vai avançar sobre uma massa de ar por demais quente para esta época do ano em um ambiente de extrema instabilidade com baixa pressão atmosférica e uma corrente de jato em baixos níveis bastante intensa.

Por isso, os modelos numéricos estão a projetar índices de instabilidade extremamente altos para o Centro da Argentina. Índices como CAPE, Lifted, SWEAT e Showalter têm valores projetados pelos modelos numéricos entre a tarde e noite da terça e o começo da quarta-feira em patamar de tempo muito severo.

É importante enfatizar que este cenário crítico para tempestades severas a violentas é para o Centro da Argentina e não para o Rio Grande do Sul. A instabilidade forte vai atingir também o Uruguai no período de alerta e deve se deslocar para o território gaúcho, mas, embora haja o risco de temporais no Rio Grande do Sul, o cenário não se mostra com a mesma gravidade do que se espera na Argentina.

Como consultar os mapas

O assinante da MetSul Meteorologia tem acesso a qualquer hora a todos os mapas deste boletim e muitos outros com projeções de chuva acumulada, temperatura, risco de geada, risco de granizo, índices de instabilidade atmosférica para tempestades, gráficos de previsão e muito mais a partir do nosso modelo de alta resolução WRF e os principais modelos meteorológicos internacionais como o norte-americano GFS, o Europeu, o alemão Icon, o canadense e outros. Consulte a nossa seção de mapas e faça a sua assinatura em metsul.com/assine.

Anúncios