Anúncios

Argentina e Paraguai sofrem com calor extremo | NORBERTO DUARTE/AFP/METSUL METEOROLOGIA

A onda de calor na América do Sul provoca recordes de temperatura para o mês de março na Argentina e no Paraguai. A bolha de calor, responsável por máximas extremas e muito acima da climatologia histórica mensal, está situada neste momento sobre o Norte da Argentina e o território paraguaio.

O Serviço Meteorológico Nacional da Argentina divulgou hoje uma série de recordes de temperatura máxima para o mês de março quebrados ontem em suas estações. Em Tinogasta (Catamarca) a máxima de 41,5ºC superou o recorde anterior de 41,0ºC, de 10 de março de 2018. Em Chamical (La Rioja), a máxima de 40,5ºC bateu o recorde prévio de 40,2ºC, de 7 de março de 1987.

Santa Rosa de Conlara (San Luís), com 40,1ºC, ultrapassou o recorde anterior de março de 36,8ºC, de 8 de março de 2002. Já em Chepes (La Rioja), a máxima de 40,5ºC bateu o recorde mensal anterior de 40ºC, em 1º de março de 1966. O observatório da cidade de Córdoba anotou ontem 39,8ºC, maior máxima em março desde o começo dos registros e que superou o recorde anterior de 39,4ºC, de 1º de março de 1968.

Em Sauce Viejo (Santa Fé), a máxima de 39,7ºC de ontem é novo recorde de março, superando os 39,4ºC de 11 de março de 2023. Em Villa Dolores (Córdoba), a máxima de 39,5ºC de ontem bateu o recorde de máxima de 38,2ºC em 1º de março de 1968. Na cidade de Córdoba, a outra estação da cidade, com 38,8ºC, superou o recorde prévio de 38,2ºC de 1º de março de 1968.


Em Paraná (Entre Ríos), a máxima de ontem de 38,6ºC foi a mais alta já observada em março, ultrapassando o recorde anterior de 38,4ºC de 6 de março de 1970. Já na cidade de Rafaela (Santa Fé), a máxima de 38,5ºC de ontem é o novo recorde de máxima de março e que bate o máximo mensal anterior de 38ºC em 13 de março de 2023.

SMN

As temperatura máxima da terça-feira na Argentina foram de 44,5ºC em Rivadavia, segundo estações do Serviço Meteorológico Nacional (SMN). Outras estações do SMN apontaram máximas de 42,6ºC em Las Lomitas; 41,5ºC em Tinogasta; 40,5ºC em Catamarca; 40,4ºC em La Rioja; e 40,2ºC em Santiago del Estero, Chilecito e Presidencia Roque Saenz Peña. A sensação térmica em localidade da província de Santa Fé bateu em 51ºC.

No Paraguai, por sua vez, as temperaturas máximas de ontem à tarde bateram em 41,6ºC em Mariscal Estigarribia e 41,2ºC em Pozo Colorado. A máxima oficial de Assunção foi de 40,0ºC. A Meteorologia do governo paraguaio informou recordes diários de máximas. O país, ao contrário da Argentina, que só trabalha com recordes absolutos ou mensais, utiliza recordes diários de temperatura, assim como os Estados Unidos.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios