Pôr do sol desta quarta-feira em Porto Alegre depois de mais uma tarde quente na capital gaúcha para os padrões climatológicos desta época do ano e que precede mudança do tempo com frente fria no final da tarde ou noite da quinta-feira | FERNANDO OLIVEIRA

O Rio Grande do Sul teve nesta quarta-feira mais um dia de calor em pleno auge do inverno e mais uma vez a temperatura máxima no Estado voltou a superar a casa dos 30ºC durante a tarde. Os termômetros indicaram à tarde 30,9ºC em Porto Xavier, 29,6ºC em São Borja, 29,1ºC em Santa Rosa, 28,9ºC em Quaraí e Porto Vera Cruz, 28,8ºC em São Luiz Gonzaga, 28,6ºC em Três Coroas, 28,5ºC em Teutônia e 28,4ºC em Uruguaiana.

Porto Xavier, no Noroeste do Estado, que hoje teve mais uma vez calor acima de 30ºC, enfrenta temperatura alta desde a semana passada. Os termômetros na cidade marcaram 31,0ºC na tarde de ontem, 30,5ºC na segunda-feira, 31,2ºC no domingo, 29,1ºC no sábado, 29,1ºC na sexta-feira passada, 30,7ºC na última quinta-feira (21) e 28,7ºC na quarta-feira da semana passada. São, assim, oito dias seguidos com máximas acima de 28ºC.

A Grande Porto Alegre também teve uma tarde quente para os padrões do mês de julho nesta quarta-feira. A máxima chegou a 27,1ºC em Novo Hamburgo e 26,9ºC em Campo Bom. Porto Alegre anotou máxima de 26,1ºC no bairro Jardim Botânico, na zona Leste da cidade. Apesar de não ter aquecido tanto como no Oeste e no Noroeste, a sensação na Grande Porto Alegre hoje foi de abafamento em dia que começou com nevoeiro.


Uma massa de ar quente atua no Rio Grande do Sul há vários dias, trazendo as tardes em que a temperatura fica muito alta para esta época do ano, consequência de um bloqueio atmosférico que impede a progressão de frentes frias e deixa o Sul do Brasil sob o alcance da massa de ar seco e quente que atua em grande parte do Brasil.

Mapa de anomalia de temperatura em 850 hPa (1.500 metros de altitude) do modelo europeu mostra a intensidade do ar quente que atuou nas latitudes médias do continente nesta quarta-feira | METSUL

Mesmo com ar quente, a atmosfera muito seca trouxe mínimas baixas ontem e hoje em pontos dos Aparados da Serra, resfriamento que decorrer exclusivamente do tempo aberto e da atmosfera muito seca. Foi o que trouxe frio e geada para pontos do Planalto Sul Catarinense também, especialmente na área de São Joaquim.

O calor, contudo, está com as horas contadas no Rio Grande do Sul porque uma frente fria vai mudar o tempo no território gaúcho nesta quinta-feira com chuva, vento e queda acentuada da temperatura até o fim do dia em todas as regiões. Esta frente fria vai derrubar o prolongado bloqueio atmosférico não apenas no Sul do Brasil como em São Paulo.


O sol aparece na maior parte do Rio Grande do Sul durante a manhã, embora acompanhado de nuvens. No decorrer da manhã, a nebulosidade aumenta muito no Oeste e no Sul com chuva em alguns pontos pela chegada de uma frente fria. Da tarde para a noite, a frente avança pelo Estado e leva chuva às demais regiões. Pode ter chuva localmente forte e não se afasta o risco de alguns temporais isolados com rajadas de vento.

A frente fria será precedida por temperatura alta e vento do quadrante Norte na Metade Norte. O Noroeste, novamente, pode ficar perto ou ao redor dos 30ºC e a Grande Porto Alegre e os vales devem ter 27ºC a 29ºC na maioria dos pontos. Com a chuva, queda acentuada da temperatura ocorre acompanhada de vento que vira para Oeste a Sul. Faz frio no fim do dia em algumas regiões, como o Sul que deve ter temperatura ao redor de 10ºC por volta das 21h da quinta-feira.