Anúncios

André Casagrande/Bramon/Divulgação

O crescente monitoramento do céu tem permitido cada vez mais a observação de meteoros no Brasil. Foi o caso do registro de uma bola de fogo que cortou o céu de várias cidades do interior de São Paulo e de outras regiões do Brasil na última noite.

O fenômeno se deu com o ingresso na atmosfera de uma rocha vinda do espaço entrou na atmosfera da Terra às 21h35min da terça-feira (15).


De acordo com a rede brasileira de monitoramento de meteoros, a Bramon, a rocha espacial atingiu a atmosfera da Terra em um ângulo de 18,6° em relação ao solo, a uma velocidade de 13,52 km/s (34,4 mil km/h). 


O bólido foi observado nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul. A rocha espacial cruzou o céu na direção Leste por 11,6 segundos, até desaparecer a uma altitude aproximada de 25,3 km a Sudoeste do município paulista de Votuporanga.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Em seu ápice, o meteoro ainda chegou a -9,5 na escala de magnitude, usada na Astronomia para medir o brilho dos objetos celestes. Isso significa que a bola de fogo foi cerca de 100 vezes mais brilhante que o planeta Vênus. Meteoros mais luminosos que Vênus também são chamados de “fireballs”.

Anúncios