Tempo firme predomina nesta semana em grande parte do Centro-Sul do Brasil por um bloqueio atmosférico e instabilidade deve se limitar mais ao Rio Grande do Sul no começo e no final da semana sem grande intensidade | FERNANDO OLIVEIRA

A semana que começa terá um bloqueio atmosférico configurado sobre o Brasil, o que fará com que o tempo seco predomine com temperatura acima a muito acima da média em vários estados, notadamente da Região Sul que terão os maiores desvios positivos de temperatura em relação à climatologia.

O mapa acima mostra a tendência de chuva para sete dias do modelo meteorológico alemão Icon em que se observa como a chuva será escassa no Centro-Sul do Brasil no período. A chuva vai ficar mais limitada ao Rio Grande do Sul.

O desenho de tempo seco em grande parte do Centro-Sul do Brasil com a chuva concentrada nos países do Prata é típico de padrões de bloqueio atmosférico, o que será mais frequente nos próximos meses.

No Rio Grande do Sul, onde deve chover, serão dois momentos favoráveis à chuva e por conta de frentes frias. A primeira neste começo de semana, muito fraca, e a segunda no próximo fim de semana, de maior intensidade.

O sol aparece com nuvens na maior parte do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira, mas com aumento da nebulosidade. A passagem de uma frente fria de escassa atividade será responsável pela maior presença de nuvens. O sistema frontal trará chuva em um pequeno número de locais e onde chover será pouco. Na grande maioria dos municípios não se espera precipitação.

Entre terça e a parte da sexta-feira, o tempo firme predomina no Rio Grande do Sul. Já de sexta para sábado se espera a passagem de uma frente fria com chuva, que não deve trazer altos volumes, mas favorecerá uma queda muito acentuada da temperatura.

Esta frente fria trará chuva no Centro-Oeste e no Sudeste do Brasil entre os dias 13 e 14 deste mês, mas até lá o tempo seco vai predominar com tardes quentes para esta época do ano em muitas cidades. Na sequência da passagem da frente, na metade do mês, deve esfriar no Centro do Brasil.