Anúncios

O furacão passou, os ventos cederam e a chuva parou no estado norte-americano da Louisiana, mas os perigos seguem para a população local com grandes inundações e o ataque de animais selvagens que escapam das enchentes e avançam para áreas urbanas e povoadas.

Moradores deixam um bairro inundado em um caminhão de voluntários ajudando as pessoas a evacuarem suas casas em LaPlace, Louisiana, em 30 de agosto de 2021, após o furacão Ida | Patrick T. Fallon/AFP/MetSul Meteorologia

As autoridades do estado da Louisiana dizem que um homem de 71 anos foi atacado por um crocodilo quando ele estava no porão inundado da sua casa. A esposa do homem testemunhou o ataque que aconteceu perto da cidade de Slidell, que fica do outro lado do Lago Pontchartrain de Nova Orleans. O ataque arrancou o braço do homem e sua esposa foi pedir ajuda. Quando ela voltou, ele havia desaparecido nas águas da enchente. O corpo do homem não foi recuperado até o momento.


Os ataques de crocodilos em comunidades inundadas após a tempestade estão entre as principais preocupações das autoridades locais no momento porque são uma ameaça tanto para as equipes de emergência trabalhando nos resgates como para a população.

A região do Sul da Louisiana, por onde ingressou o furacão Ida no domingo, possui muitos banhados e pântanos com grande quantidade de crocodilos e cobras. Os socorristas tiveram que esperar o amanhecer da segunda-feira para inspecionar a área e resgatar qualquer pessoa que precisasse de ajuda. A água em alguns pontos, como na localidade de LaPlace, subiu mais de dois metros e os moradores tiveram que se refugiar no sótão ou telhados de suas casas.

Ataques de crocodilos e cobras não são incomuns após a passagem de furacões nos Estados Unidos. As áreas costeiras do Golfo do México, especialmente na Louisiana, e o estado norte-americano da Flórida, possuem muitos banhados e pântanos com vários incidentes envolvendo animais depois de tempestades.

O furacão monstro Ida tocou terra às 13h55 (hora de Brasília) no domingo como uma tempestade categoria 4 com vento máximo sustentado de 241 km/h e rajadas de até 277 km/h, e uma pressão mínima central de 930 hPa, em Porto Fourchon, estado norte-americano da Louisiana. O furacão Ida destruiu casas, prédios, provocou graves inundações e deixou milhões de pessoas sem energia.


Desabamento de estrada

Duas pessoas morreram e outras dez ficaram feridas depois que parte de uma rodovia foi destruída na noite da segunda-feira perto da cidade de Lucedale, Mississippi, disseram as autoridades.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

O incidente ocorreu na Rodovia 26 de duas pistas em George County. O desabamento da estrada provavelmente está relacionado à chuva intensa do furacão Ida. Sete carros foram parar no buraco de 15 metros de comprimento e 6 metros de profundidade criado pelo deslizamento. O estado norte-americano do Mississippi também sofreu muito com a chuva intensa do furação Ida.

Anúncios