Anúncios

As bases polares Marambio (Argentina) e Arturo Prat (Chile) reportaram tempestade de neve nesta quarta-feira na península antártica. A temperatura mínima em Marambio chegou a 12,4ºC abaixo de zero. Foi o terceiro dia seguido com mínima de 10ºC negativos ou menos em Marambio, o que não havia ocorrido ainda neste ano.

O frio mais intenso que o normal para março e a neve na península antártica, a área mais próxima da América do Sul do continente gelado, decorrem do avanço de um bolsão de ar gelado pela zona e que agora vai ingressar no Atlântico Sul e avançar para Norte nesta segunda metade da semana até chegar ao Sul do Brasil e mesmo áreas do Sudeste como São Paulo e o Rio de Janeiro.


Esta massa de ar frio pode trazer pancadas de neve e gelo entre esta quinta e a sexta-feira em áreas mais ao Sul da Patagônia e na sequência vai avançar pelo Atlântico Sul até alcançar o Centro da Argentina e o Uruguai na sexta-feira. As cidades de Buenos Aires e Montevidéu vão experimentar forte declínio da temperatura no final da semana com frio para março e sensação térmica baixa que será reforçada pelo vento.

Veja na sequência a seguir com os mapas de anomalia de temperatura em 850 hPa (nível de pressão equivalente a 1.500 metros de altitude) como o bolsão de ar frio agora ingressando no extremo Sul da América do Sul vai progredir pelo Atlântico com trajetória marítima até alcançar o Sul e o Sudeste do Brasil.


Esta massa de ar ingressa no Rio Grande do Sul no sábado, mas em cidades mais ao Sul do território gaúcho a queda da temperatura já deve começar a ser percebida no final da sexta-feira. O ar mais seco e frio toma conta do estado gaúcho no fim de semana e no começo da semana que vem, trazendo madrugada amenas a frias com tardes agradáveis e típicas de outono.

O ar frio alcança Curitiba no final do sábado e no começo do domingo, a cidade de São Paulo no domingo, e a cidade do Rio de Janeiro na segunda. Nas três capitais, a chegada da frente fria e do ar frio na retaguarda será acompanhado de chuva que desde já se alerta pode ser volumosa e com transtornos nas capitais paulista e fluminense.

Sempre recordarmos que massas de ar frio nesta época do ano, afinal estamos em março, não costumam trazer frio durante o dia – exceto com tempo instável – e que a temperatura baixa se limita mais ao período noturno com as tardes sendo amenas ou agradáveis

A massa de ar frio será responsável por uma sequência de madrugadas de temperatura baixa para março no Rio Grande do Sul no fim de semana e na primeira metade da semana que vem. Regiões como a fronteira com o Uruguai, a Campanha, a Serra do Sudeste, o Planalto Médio, a Serra do Nordeste e os Aparados devem ter mínimas em algumas madrugadas abaixo dos 10ºC e pontos dos Campos de Cima da Serra poderão registrar entre 6ºC e 8ºC.

A atmosfera vai ficar mais seca e o tempo mais aberto nesta incursão de ar frio no Nordeste gaúcho, diferentemente do começo desta semana, o que vai permitir que desta vez a temperatura caia mais nas cidades de maior altitude do Rio Grande do Sul entre o Planalto Médio, a Serra e os Aparados.

Na Grande Porto Alegre, as mínimas devem ficar entre 13ºC (zonas rurais) e 16ºC (ilhas de calor urbano) no começo da semana e as tardes vão ser de temperatura agradável e abaixo da média desta época do ano no fim de semana e no início da semana que vem. Instabilidade no sábado deve contribuir para manter a temperatura baixa, mas o sol predomina nos dias seguintes.

Anúncios