Anúncios

 

Condições particularmente perigosas de tempo severo são esperadas hoje e neste fim de semana na Argentina e no Uruguai. Ao longo do dia de hoje devem se formar intensas áreas de instabilidade no Centro argentino, mas será entre a noite de hoje e a madrugada deste sábado que tendem a eclodir poderosas áreas de tempestades na região, afetando províncias como Córdoba, Santa Fé, Entre Rios e Buenos Aires, além do Uruguai.


É um dos piores cenários que se viu nos tempos recentes de tempo severo para a região e são esperadas tempestades na zona com chuva torrencial, muitos raios, granizo de variado tamanho e em alguns locais grande, além de violentas rajadas de vento com prováveis tornados.

Ar extremamente quente invadirá a região com aporte de umidade e valores de pressão atmosférica significativamente baixos, criando um ambiente altamente propício a temporais intensos a muito severos com alto potencial de causar danos nos dois países, mas, sobretudo, na Argentina.

Parte dessa intensa instabilidade vai afetar o Rio Grande do Sul neste fim de semana. Ar muito quente cobrirá o território gaúcho amanhã e domingo com muito calor, sol e nuvens, mas a atmosfera superaquecida com umidade alta e muito baixa pressão atmosférica deverá favorecer temporais no Estado, alguns localmente fortes a severos com danos e transtornos para a população.

Nosso modelo WRF chega a indicar valores de índice de instabilidade de 3000 a 4000 J/kg no Oeste e no Sul gaúcho na segunda metade do sábado. São valores extremamente altos e que não se vê comumente, indicando uma atmosfera propicia a tempestades severas a muito severas.

Nosso modelo de mais alta resolução e com alcance de 48 horas, o WRF, projeta que a instabilidade dos países do Prata ingressará no Rio Grande do Sul na forma de uma potente linha de tempestades da tarde pra noite de amanhã, afetando o Oeste e o Sul gaúcho ainda na tarde deste sábado (mapa abaixo).

No último horário disponível, 21h de sábado, a linha já está no Sul da Lagoa dos Patos (mapa abaixo). Por isso, com base nestes dados, entre 0h e 6h de domingo não se pode afastar o risco de temporal, inclusive forte, em Porto Alegre.

No começo do domingo, a instabilidade avança pelo Rio Grande do Sul, alcançando o Centro e a Metade Norte do Estado com diminuição dos fenômenos adversos no Oeste e no Sul. Como a atmosfera estará muito quente e instável não se pode afastar a possibilidade de temporais isolados no Rio Grande do Sul na segunda metade do sábado antes mesmo da chegada da linha de tempestades.


Advertimos que essa linha de tempestade estará sendo alimentada na sua dianteira por ar muito instável e quente de baixa pressão e que será capaz de trazer chuva, localmente torrencial, e fenômenos adversos como muitos raios, vento forte e granizo de variado tamanho. Especial atenção ao risco de vento forte na forma de vendavais e que em diferentes pontos podem ser intensos e com potencial alto de danos antes as rajadas acima de 100 km/h.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios