MetSul Meteorologia alerta que a semana que começa é muito alto risco meteorológico no Sul e no Sudeste do Brasil por uma variedade de condições e fenômenos de grande escala que devem provocar chuva forte a intensa e ainda um alto risco de temporais que em diferentes pontos podem ser fortes a severos.

O que vai acontecer? Para melhor entender, vamos seguir uma ordem cronológica. De começo, uma massa de ar quente, muito úmida e bastante instável atua há vários dias no Rio Grande do Sul, trazendo chuva extrema em pontos da Metade Oeste.


Até a manhã deste domingo, a precipitação estava entre 250 mm e 300 mm nas áreas de Uruguaiana e de Alegrete com acumulados de 100 mm a 200 mm em vários pontos do Centro para o Oeste gaúcho. Havia inundações e os rios na região subiam rapidamente. Uruguaiana decretou situação de emergência.

Esta massa de ar quente e úmida vai seguir sobre o Sul do Brasil até quarta-feira, o que vai favorecer episódios de chuva isoladamente forte a torrencial em curto período com risco de temporais isolados em que podem ocorrer rajadas de vento forte, sobretudo da tarde para a noite. Não são, assim, ocorrências generalizadas e não chove forte ou há temporal em todas as cidades.

A umidade aumenta também no Sudeste do Brasil a partir deste começo de semana. Com o ar muito quente que está sobre a região, o incremento de umidade vai favorecer por dias seguidos os temporais isolados típicos de verão que ocorrem mais da tarde para a noite, que em alguns pontos podem despejar grande quantidade de chuva em curto período com alagamentos e inundações.


O sistema que mais nos preocupa nesta semana chega na quinta-feira. Trata-se de uma frente fria. Este sistema deve avançar pelo Rio Grande do Sul entre a madrugada e a manhã da quinta-feira com grande intensidade à medida que o ar mais frio encontrará ar muito quente e úmido em sua dianteira, gerando grandes nuvens de tempestade.

METSUL

METSUL

METSUL

Ao avançar pelo Rio Grande do Sul, a frente fria vai provocar chuva forte a intensa na grande maioria das cidades gaúchas com acumulados de 50 mm a 100 mm em apenas três a seis horas em muitas cidades. A chegada da frente vai se dar ainda com muitos raios e um elevado risco de rajadas de vento forte que em diferentes pontos podem caracterizar vendavais.

O sistema frontal vai avançar para Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e os estados do Sudeste na sequência, encontrando a massa de ar quente e da mesma forma gerando chuva que pode ser localmente forte a intensa com risco de temporais de vento forte.

Projeção de chuva para esta semana no Sul do Brasil do modelo Icon | METSUL

Finalmente, no final desta semana, o último risco meteorológico. Uma massa de ar frio vai avançar na retaguarda da frente fria com queda acentuada da temperatura, o que provocará noites bem mais amenas e agradáveis no final desta semana no Sul do Brasil. O ar frio, que vai melhorar na sexta o tempo no Sul, entretanto, pode provocar chuva extrema em pontos do Sudeste.


O que ocorrerá? Com a massa de ar frio sobre o Oceano Atlântico na costa do Sul e do Sudeste, espera-se um elevado fluxo de umidade com correntes de vento do mar para o continente, o que vai provocar chuva orográfica na região da Serra do Mar no Sudeste do Brasil com risco de volumes muito altos a excessivos.

METSUL

A umidade vinda do mar, ao interagir com o relevo, deve provocar chuva muito forte em pontos da Baixada Santistas e do Litoral Norte de São Paulo, assim como do estado do Rio de Janeiro, entre os dias 22 e 24, especialmente na sexta-feira e no sábado desta semana. Os acumulados podem ser significativamente altos em algumas áreas com risco de inundações, enxurradas e deslizamentos de terra.

Todos os mapas neste boletim podem ser consultados pelo nosso assinante (assine aqui) na nossa seção de mapas a qualquer hora. A plataforma oferece mapas de chuva, geada, temperatura, risco de granizo, vento, umidade, pressão atmosférica, neve, umidade no solo e risco de incêndio e raios, dentre outras variáveis, com atualizações duas a quatro vezes ao dia, de acordo com cada simulação. Na seção de mapas, é possível consultar ainda o nosso modelo WRF de altíssima resolução da MetSul.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.