Sandro K. Müller/Arquivo

A MetSul Meteorologia reforça o alerta de risco de tempo severo no Rio Grande do Sul neste domingo com possibilidade de episódios isolados de vento forte a intenso e queda de granizo. O tempo já mudou, como previsto, neste sábado, mas o dia de maior risco de tempestades no Estado é este domingo.

Uma frente fria, associada a um ciclone na costa da província de Buenos Aires, vai avançar pelo território gaúcho e encontrará em sua dianteira uma potente corrente de jato, pressão atmosférica baixa e ar por demais quente que elevou as máximas a 38ºC no Noroeste gaúcho hoje e a patamares recordes de até 42ºC em Assunção no Paraguai e quase 46ºC no Norte da Argentina.


Tempo ventoso a muito ventoso na Metade Norte do Estado e no Leste gaúcho, incluindo Porto Alegre, nesta noite de sábado e no começo do domingo

Antes mesmo da chegada da frente fria, algumas regiões já devem ter o registro de rajadas de vento forte, porém não associadas a temporal, e sim decorrentes da atuação da corrente de jato em baixos níveis. As projeções dos modelos indicam esta corrente de jato, um corredor de vento a cerca de 1.500 metros de altitude, com intensidade atipicamente forte com vento de até 120 km/h. Com isso, há risco de vento Norte com rajadas fortes a ocasionalmente até intensas nos vales e na Metade Norte, o que trará temperatura muito alta na madrugada e no começo da manhã com calor em pleno período noturno.

Projeção do modelo WRF para o começo da madrugada de domingo

A frente fria começa a ingressar pelo Oeste, na região de Uruguaiana, ainda no começo da madrugada deste domingo e na primeira metade do dia já alcança grande parte do território gaúcho, especialmente o Oeste, o Centro e o Sul do Estado. A MetSul Meteorologia adverte que no deslocamento desta frente fria pelo Rio Grande do Sul durante o domingo se espera chuva em todas as regiões, sem volumes altos na maioria das localidades e bastante irregular na distribuição, mas com ocorrências de chuva localmente forte a intensa por conta de temporais isoladas. Algumas tempestades podem ser fortes a severas com potencial de granizo de variado tamanho pela atmosfera muito aquecida na Metade Norte.


Projeção do modelo WRF para 9h de domingo

Projeção do modelo WRF para 15h de domingo

Projeção do modelo WRF para 21h de domingo

Se nos últimos episódios de tempo severo no estado gaúcho, a MetSul indicou granizo como o maior risco, desta vez a maior preocupação é com vento. Há um alto risco de vendavais localizados com rajadas perto ou acima de 100 km/h no deslocamento deste sistema e que, isoladamente, podem ser muito fortes e com potencial de danos. Desenha-se um cenário propício à formação de algumas supercélulas de tempestades que são capazes de gerar vendavais, especialmente considerando a atmosfera muito aquecida em parte do Estado e com baixa pressão atmosférica. Ante a presença da corrente de jato em baixos níveis muito intensa, o que gerará um cisalhamento significativo, não se pode afastar mesmo o risco de atividade tornádica bastante isolada.

Há risco de temporais isolados neste domingo ainda em Santa Catarina e no Paraná pela formação de áreas de instabilidade pré-frontais sob uma atmosfera muito quente com probabilidade maior de tempestades localizadas no Oeste e no Meio-Oeste catarinense e no Sudoeste do Paraná. Nestas regiões, é acentuado o risco de episódios severos isolados de vento.

Com a instabilidade associada à frente fria, a temperatura declina e as cidades que tiveram muito calor hoje terão marcas muito menores no mesmo horário no domingo. Ar mais frio ingressa no começo da semana na sequência da frente fria, mas não se trata de uma massa de ar frio de maior intensidade e o resfriamento será modesto na maioria das áreas com mais frio na madrugada da terça no Sul gaúcho e fronteira com o Uruguai.