Anúncios

SPC/NOAA

O alerta de uma nova onda de tornados deixa milhões de norte-americanos em atenção nesta quinta-feira. A região que mais preocupa compreende estados no Sudeste dos Estados Unidos. 

Com efeito, a instabilidade ocorre apenas uma semana após a mesma região ser atingida por dezenas de tornados. No último episódio, o estado do Alabama foi o que teve mais prejuízos. As tempestades severas atingiram principalmente locais em zonas rurais e de baixa densidade populacional.


A previsão da Meteorologia local aponta ainda granizo grande e rajadas de vento destrutivas. É o que advertiu o SPC (Storm Prediction Center) da agência climática norte-americana NOAA.

Os estados na área de maior risco hoje incluem, por exemplo, Mississippi, Alabama e Tennessee. Há um aviso de alto risco de tempo severo, o que é pouco comum. 

A discussão de prognóstico publicada nesta manhã pelo centro de tempestades descreveu a situação como “incomum”. Em texto com linguagem muito forte, os meteorologistas advertem da extrema gravidade do cenário. 

Ao todo, cerca de 50 milhões de pessoas vivem nas áreas em que as fortes tempestades são possíveis nesta quinta-feira ao passo que muitas em zonas rurais e em moradias precárias como motor-homes.


Por fim, a temporada de tornados de 2021 está apenas em seus estágios iniciais em território norte americano. A tendência é ser mais destrutiva que o normal neste ano. O pico, em regra, ocorre entre os meses de abril e junho.

O fenômeno La Niña ainda presente no Oceano Pacífico agrava o risco de tornados, conforme mostram diversos estudos.

Anúncios