Anúncios

A madrugada de hoje teve muitos raios em Taquara (foto de Carlos Fernando Jung) e em muitos municípios do Estado, inclusive a Capital. As descargas acompanharam as fortes áreas de instabilidade que cresceram sobre o Rio Grande do Sul a partir do final da quinta-feira com registro de granizo isolado em municípios como Livramento e Formigueiro.


O grande destaque desta sexta-feira, entretanto, foi a chuva. Como alertava a MetSul Meteorologia, volumes muito elevados de precipitação foram registrados em diversas regiões gaúchas. Até 19h desta sexta, os volumes de chuva desde a quarta-feira nas estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) eram de 117 mm em Bagé, 100 mm em Jaguarão, 91 mm em Santana do Livramento, 87 mm em Caçapava do Sul, 84 mm em Encruzilhada do Sul e Alegrete, 73 mm em Campo Bom, 68 mm em São Vicente do Sul e 65 mm em Santa Maria. Algumas medições de agricultores no Sul gaúcho apontavam marcas como 150 mm ou mais.

Em Porto Alegre, em apenas 24 horas, entre o fim da tarde de quinta e o entardecer de hoje, choveu 70 mm em alguns bairros ou metade da média histórica de precipitação de agosto inteiro, o que trouxe alagamentos na Capital.

A MetSul adverte que os níveis dos rios do Estado merecem atenção. Choveu muito do Centro para o Sul gaúcho até ontem e vem mais água neste fim de semana. Entre hoje e amanhã, a chuva se intensifica na Metade Norte e também os rios desta área do Estado demandarão atenção.


Rádio Cultura de Jaguarão

O Rio Jaguarão está 4,20 m acima do nível normal. Duas famílias tiveram que deixar suas casas. Em Río Branco, as autoridades já evacuaram cerca de 18 pessoas. A água invadiu dezenas de casas na zona comercial uruguaia.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios