Anúncios

Sob cenário complexo de corrente de jato (vento) em baixos níveis da atmosfera, centros de baixa e centro de alta pressão, como se vê no mapa abaixo, ventou forte nesta sexta-feira no Leste do Rio Grande do Sul. O contraste (gradiente) acentuado de pressão atmosférica entre uma área de baixa pressão no Norte da Argentina e de um centro de alta pressão no Atlântico gerou uma intensa posta de vento de Norte/Nordeste nas costas do Rio Grande do Sul e do Uruguai. Quase toda a costa do Rio Grande do Sul teve rajadas entre 80 km/h e 90 km/h. Mostardas, Tramandaí, Rio Grande e Chuí anotaram mais de 80 km/h. No final da tarde desta sexta, a estação do Chuí registrava sua máxima de vento do dia até agora com quase 90 km/h. Na Capital, o vento no Morro da Polícia atingiu 79 km/h na madrugada. No Uruguai, as rajadas de vento chegaram a 105 km/h na região de Montevidéu. O ar quente trazido pela corrente de jato intensa que favorece o vento na retaguarda da frente quente elevou a temperatura para 34,7ºC hoje à tarde em Santa Rosa enquanto na mesma hora Canguçu tinha 13ºC. Se alguém pegasse avião do Sul do Estado para o Noroeste sairia do inverno para o verão em uma hora.

 


O vento muito forte contribuiu para deixar o mar grosso na costa gaúcha com ondas de 4 a 5 metros. Um barco com sete tripulantes está desaparecido no Litoral Sul gaúcho. Em razão do intenso vento do quadrante Norte, assim como ocorreu na costa uruguaia o mar recuou no Chuí e o Arroio Chuí na fronteira entre os dois países ficou sem água na foz junto ao oceano.

 

Vento Norte intenso fez com que as águas recuassem muito em Punta del Este e barcos encalharam (Twitter)

Mar recuou também com forte vento Norte no Chuí e Arroio Chuí ficou sem água na foz (Roberto Rocha)


Mar grosso e forte ressaca do mar na praia de Cidreira (Alina Souza/Correio do Povo)

A MetSul alerta que o vento vai continuar forte a intenso neste sábado no Rio Grande do Sul. Segue o tempo muito ventoso na costa com rajadas de 70 km/h a 90 km/h, mas, localmente, superiores. Advertimos que o vento ganhará força também no interior gaúcho pela intensificação da corrente de jato sobre o Estado. O Centro-Oeste do território gaúcho pode ter rajadas até intensas. Não se pode descartar vento forte com aquecimento, por exemplo, em Santa Maria. A ventania na costa e no interior pode trazer transtornos e alguns danos. Em mar aberto, as condições seguem perigosíssimas para navegação. O vento persistirá forte em várias regiões ainda no domingo e mesmo o risco de atividade tornádica não é descartado pela interação de frente fria com a corrente de jato em baixos níveis.

 

Anúncios