Anúncios

A influência de um centro de alta pressão no Atlântico manterá o Sul do Brasil com chuva irregular nos próximos dez dias. Pontos isolados até podem ter precipitação com volumes satisfatórios, mas, no geral, os acumulados devem ser baixos na maior parte das áreas agrícolas. A projeção abaixo do modelo canadense mostra que quase toda a região teria volumes inferiores a 30 mm no período com marcas de apenas 10 a 15 mm em vários pontos.



O canal de umidade primário de umidade da América do Sul segue sobre o Brasil Central. Por isso, as precipitações se concentram mais no Centro-Oeste e no Sudeste do país. Os maiores volumes e localmente até excessivos são esperados no Mato Grosso do Sul, Sul de Goiás, Minas Gerais e Espírito Santo.

 

Anúncios