Anúncios

Frio extremo com neve e sensação congelante atinge o estado de Iowa, onde ocorre o começo do processo eleitoral dos Estados Unidos com as causus | SCOTT OLSON/GETTY IMAGES/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Uma poderosa onda de frio a partir de uma massa de ar extremamente frio vinda do Ártico segue castigando os Estados Unidos. Mais de 100 milhões de pessoas estavam sob um alerta ou aviso de frio intenso no país com o ar do Ártico cobrindo grande parte do território norte-americano com marcas congelantes e neve.

O Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos informou que o ar por demais frio atingiu estados do Sul depois de ter causado temperaturas de 50ºC abaixo de zero com sensação de 60ºC negativos no Norte o país.


Temperaturas muito baixas são esperadas na maioria dos estados até o meio da semana. “As sensações térmicas representarão risco de congelamento da pele exposta e ainda de hipotermia”, disse o Serviço Meteorológico Nacional. “Tenha um kit de sobrevivência para o frio se precisar viajar”, advertiu o órgão.

Ventos fortes derrubaram uma árvore sobre uma casa no Oregon na manhã de sábado, matando um homem. Também no Oregon, fogão estava sendo usado para aquecer um trailer quando uma árvore caiu sobre o veículo, iniciando incêndio que deixou uma mulher morta. Até o domingo à noite, Oregon estava enfrentando cortes de energia generalizados, com quase 130.000 clientes sem luz.


A neve alcança agora estados como o Tennesse. Em Nashville, nevava forte durante a madrugada desta segunda-feira. As condições na rodovia I-40 estavam piorando à medida que a neve caía rapidamente e se acumulava na estrada no domingo à noite. “Por favor, fique em casa se puder”, disse o Departamento de Transportes do Tennessee nas redes sociais. “Vai ficar apenas pior”, alertou.

Devido ao tempo extremo, o jogo do fim de semana do wild card da NFL entre o Pittsburgh Steelers e o Buffalo Bills no Highmark Stadium em Orchard Park, Nova York, foi adiado para esta segunda-feira. Imagens gravadas na área do estádio na hora para o qual estava programado o jogo no domingo mostraram condições ferozes de frio com neve e vento de 100 km/h. A governadora do estado de Nova York, que declarou emergência e decidiu pelo adiamento do jogo, usou as redes sociais para mostrar como estava o estádio na hora originalmente marcada para a partida da NFl.

A brutal e perigosa massa de ar vinda do Ártico continuará avançando pelos Estados Unidos nesta segunda-feira e persistirá até ao menos a metade da semana, prolongando um frio intenso que estabeleceu temperaturas recordes em partes do país.

O Serviço Nacional de Meteorologia afirmou que a sensação térmica deverá fazer as temperaturas caírem a -35ºC das Montanhas Rochosas do Norte até o Norte do Kansas e o estado de Iowa, onde hoje ocorre a começo do processo eleitoral dos Estados Unidos com as caucus do Partido Republicano.

Sensações térmicas perigosas seguirão em grande parte do país, chegando a 50ºC abaixo de zero em Montana e nas Dakotas. Com a queda de temperaturas no Texas, o operador da rede elétrica do estado apelou aos moradores para racionarem o consumo de energia que bateu recorde no domingo e pode ter novo recorde nesta segunda pela alta demanda por aquecimento.

Uma onda de frio mortal em 2021 deixou milhões de texanos sem energia, mas autoridades estaduais expressaram confiança na confiabilidade da rede desta vez. Uma preocupação é com a menor geração de energia eólica com o vento mais frio durante a onda de frio.

Mesmo lugares como o estado da Flórida não serão poupados de condições extremas, com previsão de chuvas e tempestades hoje e amanhã. Aeroportos em todo o país foram impactados. Mais da metade dos voos do Aeroporto Internacional de Buffalo Niagara foram cancelados. Dezenas de voos também foram cancelados ou atrasados nos aeroportos de Chicago, Denver e Seattle-Tacoma.

Anúncios