Anúncios

Chuva localmente intensa seguirá castigado o Sudeste do Brasil, alerta a MetSul Meteorologia. São Bernardo do Campo (SP) teve uma morte por deslizamento de terra. | PAULO PINTO/AGÊNCIA BRASIL/EBC

Chuva intensa já atingiu diversas cidades do Sudeste do Brasil e vem mais água. A MetSul Meteorologia reforça o alerta sobre episódios de chuva forte a muito intensa localizados no Sudeste do Brasil neste fim de semana e no começo da semana com risco de precipitações localizadas com volumes extremamente altos em curto período, o que deve provocar alagamentos e inundações repentinas, não se descartando deslizamentos de terra em alguns pontos.

As áreas de maior risco destes episódios de chuva forte a extrema isolados são o Rio de Janeiro, o Centro-Sul de Minas Gerais e parte do Espírito Santo. Na maior parte do estado de São Paulo, o risco maior já cessou, embora ainda devam ser esperados temporais isolados que em alguns pontos podem causar transtornos.


Uma massa de ar quente e úmida de origem tropical atua sobre o Sudeste do Brasil e uma frente fria atua sobre o oceano com uma área de baixa pressão, estimulando a instabilidade sobre os estados do Sudeste do Brasil, onde forma nuvens pesadas de tempestades.

A instabilidade maior ocorre entre a tarde e a noite à medida que o aquecimento diurno por convecção (movimento ascendente do ar) forma nuvens mais carregadas com chuva forte e tempestades em pontos isolados.


Há possibilidade de chuva com volumes extremos em pontos isolados com marcas excessivamente altas de precipitação em curto intervalo, o que necessariamente leva a inundações repentinas e ao risco de deslizamentos, duas situações perigosas.

O mapa abaixo mostra a projeção de chuva acumulada do modelo de alta resolução WRF até 9 h de terça em que podem ser vistos muitos pontos isolados com volumes elevados, desenho típico de diversos episódios isolados de chuva intensa a excessiva.

Em São Paulo, homem morreu após deslizamento de terra que ocorreu no final da noite da sexta-feira, região do Riacho Grande, em São Bernardo do Campo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, três viaturas foram deslocadas para o local já com a informação de que uma vítima precisava de socorro e que havia uma tentativa de retirá-la da área que deslizou.

A chuva acumulada em 24 horas até o meio-dia deste sábado atingiu 206 mm em Cubatão, 181 mm em Embu-Guaçu, 172 mm na estação de Barro Branco da cidade de São Paulo, 144 mm em Itapecerica da Serra, 139 mm em Diadema, 138 mm em São Bernardo do Campo, 137 mm em Ubatuba, 123 mm em Embu das Artes e 115 mm em Ilha Bela, conforme dados do Cemaden.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios