Anúncios

Chuva intensa atingiu o Centro de São Paulo nesta noite e haverá novas ocorrências de precipitações torrenciais nos prõximos dias na capital paulista | CRIS FAGA/NURPHOTO/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Parte da cidade de São Paulo, especialmente a área mais central da capital paulista, teve temporal com chuva torrencial em curto período na noite desta quarta-feira. O Centro da cidade foi duramente atingido pelo aguaceiro com alagamentos a pontos de algumas rios parecerem rios.

A cidade de São Paulo já havia enfrentado chuva forte no final da tarde no terceiro dia seguido de temporais de verão com chuva forte ou vento gerado por calor e umidade. A temperatura máxima na estação oficial de Mirante de Santana atingiu 33,5ºC, muito acima da média máxima histórica de janeiro de 28,6ºC.


Uma massa de ar quente e úmido de origem tropical cobre o Sudeste do Brasil desde o começo da semana e favorece a formação de nuvens carregadas, de maior desenvolvimento vertical, capazes de gerar chuva forte a intensa e vendavais localizados. Por isso, a sequência de dias com temporais e que vai prosseguir.

De acordo com dados do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, os maiores acumulados nesta quarta na cidade até às 22h foram de 77,0 mm em Santo Amaro; 74,2 mm na Sé; 65,2 mm no Itaim Paulista; 53,8 mm em Cidade Ademar; 48,6 mm em Vila Mariana; 47,4 mm no Tremembé; 45,8 mm em Jabaquara; e 40,6 mm em Vila Guilherme.


Foram colocados em estado de atenção para alagamentos a Zona Norte, Zona Oeste, Zona Leste, Zona Sul, Zona Sudeste, Centro, Marginal Pinheiros e a Marginal Tietê. Às 22h, o CGE registrava 19 pontos de alagamentos na capital paulista, sendo 17 que eram intransitáveis.

Moradores do Centro de São Paulo utilizaram as redes sociais, como o X (antigo Twitter) para descrever o temporal desta noite, narrando pontos de alagamentos e a intensidade muito forte que se abateu sobre a área central da capital paulista.

Temporais com chuva intensa são comuns em pontos isolados nesta época do ano, em especial em dias quentes, como têm sido os desta semana. Na cidade de São Paulo, com média de 292,1 mm, janeiro é historicamente o mês com mais chuva na climatologia anual.

Nesta quinta-feira, o risco de chuva forte segue elevado com chance de temporal da tarde para a noite na cidade de São Paulo com chuva forte a intensa ao menos em parte da cidade. A quinta será menos quente que esta quarta, mas segue o calor que favorece as nuvens carregadas.

A MetSul enfatiza que preocupa o cenário entre sexta e domingo na cidade de São Paulo, dias que devem ser forte instabilidade com alto risco de precipitações por vezes fortes a torrenciais na capital e na Grande São Paulo com alagamentos e inundações repentinas. No interior, os temporais de chuva e vento também devem ocorrer com maior perigo no Vale do Ribeira.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios