Anúncios

Rajadas de vento acima de 90 km/h derrubaram árvores em Mendoza

Um episódio muito intenso de vento Zonda castigou a cidade de Mendoza e outras localidades da pré-cordilheira neste domingo, na Argentina. As rajadas de vento alcançaram 90 km/h, trazendo queda de árvores, destelhamentos e incêndios em vegetação.

Houve registro de estragos em diversos pontos da província de Mendoza

O vento Zonda ocorre com instabilidade no lado chileno da cordilheira. No lado argentino, o vento desce com força a montanha e o ar se comprime com forte aquecimento. As rajadas de vento muito seco (unidade abaixo de 10%) são intensas e com elevada temperatura.


Intenso vento seco e quente trouxe incêndios

O avião que levava o Palmeiras arremeteu duas vezes em razão do forte vento na região e não conseguiu pousar em Mendoza, cidade do jogo contra o Godoy Cruz na terça-feira -feira pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Como medida de segurança, o piloto alterou a rota para Rosário.

“A turbulência foi aumentando, com as asas balançando. Foi bem aterrorizante. Não desejo isso para ninguém. Foi como um filme de terror”, disse o diretor Alexandre Matos à TV Palmeiras.


A turbulência severa causou enjoo em alguns membros da delegação que chegaram a vomitar dentro da aeronave. A delegação estava em voo fretado da companhia GOL que saiu de Fortaleza no sábado à noite.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios