Anúncios

Um ciclone extratropical atuou hoje e trouxe vento para grande parte do Rio Grande do Sul, forte em algumas regiões. As rajadas mais intensas se concentraram, como era previsto pela MetSul, no Sul e no Leste do Estado. 

A terça-feira inteira foi ventosa em Porto Alegre com rajadas próximas dos 70 km/h em alguns momentos, o que se viu em outras cidades da região como Guaíba, Viamão e Canoas. Estações meteorológicas pelo Estado registraram até 19h de ontem as seguintes rajadas de vento:

São José dos Ausentes: 84,6 km/h


Rio Grande: 77,7 km/h

Taquara: 75,3 km/h

Mostardas: 74,1 km/h

Campo Bom: 70,8 km/h

Teutônia: 69,2 km/h

Boa Vista das Missões: 64,9 km/h

Morro Reuter: 64,4 km/h

Capão do Leão: 63,3 km/h

Cambará do Sul: 62,3 km/h

Pinheiro Machado: 61,2 km/h

Vacaria: 59,0 km/h

Santa Maria do Herval: 58,7 km/h

Encruzilhada do Sul: 57,9 km/h

Rio Pardo: 57,6 km/h

Canguçu: 56,8 km/h

Campo Bom: 56,5 km/h

Jaguari: 56,5 km/h

Bento: 56,3 km/h

São Leopoldo: 56,3 km/h

Minas do Leão: 56,2 km/h

Caçapava do Sul: 55,8 km/h

Quaraí: 55,8 km/h

Santa Vitória do Palmar: 55,8 km/h

Pinhal da Serra: 54,8 km/h

Barra do Ribeiro: 53,3 km/h

O vórtice do ciclone extratropical estava justamente sobre o Leste do Uruguai e o Rio Grande do Sul, o que trouxe nebulosidade variável e precipitação na forma de chuva e garoa em algumas cidades.

Nesta quarta, o ciclone extratropical começa a se distanciar do continente, entretanto ainda irá trazer fortes rajadas de vento em alguns momentos na costa uruguaia e no Sul e no Leste do Rio Grande do Sul, especialmente no Litoral Sul. O mar voltará a apresentar ressaca.

Anúncios