Anúncios

Há exatamente uma semana, em 17 de fevereiro, tromba d’água (tornado sobre a água) se formou na Lagoa dos Patos, no município de Tapes. O registro foi do velejador Gustavo Azevedo e publicado no site amigo especializado em tema náuticos Popa. Segundo o autor da foto, o fenômeno do domingo passado foi observado nas imediações do Pontal de Santo Antônio.



Trombas d’água não são raridade sobre a Lagoa dos Patos. Muitas vezes ocorrem e acabam passando despercebidas, sem qualquer registro visual, até porque muitas vezes são eventos de muita curta duração. No dia 14 de dezembro de 2011, porém, não havia como deixar de haver fotos. Naquela data a atuação de área de baixa pressão (baixa fria) sobre o Leste do Rio Grande do Sul favoreceu a formação de inúmeras trombas na Lagoa, da região de Rio Grande até Porto Alegre. A imagem (abaixo) mais memorável daquele 14 de dezembro foi do tornado sobre a Lagoa em Arambaré, registrada por Fábio Raphaelli.


Mesmo no extremo Norte da Lagoa dos Patos, no Lago Guaíba, há relatos históricos de “chuva de peixes” associada a trombas. Tromba d’água no Guaíba foi fotografada (abaixo) pelo velejador Norton Aerts junto na manhã de 24 de fevereiro de 2012. Conforme Aerts, após uma semana velejando pela Lagoa dos Patos, entre Porto Alegre, Tapes e Porto do Barquinho, era feita a viagem de retorno para a Capital, quando se observou o tornado na altura do canal do Guaíba. “Em frente à Ilhota do Arado, às 9h35m, se formou o tornado que foi na direção de Belém Novo, se desmanchando sobre as pedras”, informou.



No domingo de Carnaval (10/2)  houve relatos de funil na área de Viamão. O colaborador Fernando Mainar nos remeteu foto do que aparecia ser um funil sobre os morros na zona Leste de Porto Alegre, contudo a distância da foto e a nada clara organização na base da nuvem não permitiu da nossa parte, na MetSul Meteorologia, uma conclusão positiva sobre se tratar de nuvem funil. (Artigo editado para corrigir data de temporal ocorrido em Porto Alegre)

Anúncios