Anúncios

O campo no Uruguai vive um desastre após a chuva extremo com vento intenso e frio nos últimos dias. Mais de 30 mil animais morreram no Norte do país, a maioria ovelhas. As maiores perdas se concentram em Artigas, Paysandú, Salto e Tacuarembó. “Nunca vi nada igual e o pessoal do campo com muitos anos de trabalho não recorda de algo igual nem contado por seus país e avós”, disse Walter Galliazzi, um produtor do departamento de Salto. Somente em Tacuarembó, segundo o jornal El País, a combinação de chuva extrema, vento e intenso e frio do fim de semana matou 5 mil ovelhas e cordeiros.



O último balanço do Sistema Nacional de Emergência (SINAE) do governo uruguaio indicou um total 950 desalojados em todo o Uruguai devido à chuva e ao vento. Doze estradas seguem bloqueadas pelas águas no país. O quadro é ainda mais grave em departamentos do Norte do país. Em San Carlos, o colaborador da MetSul José da Silva registrou as inundações na localidade.


A presença de um ciclone extratropical sobre o Atlântico a Sudeste da Foz do Rio da Prata provocou vento forte a intenso ontem no Sul e no Leste Uruguai. As rajadas ficaram perto de 90 km/h em Montevidéu e chegaram a 113 km/h no balneário de Piriápolis. Houve queda de árvores e danos em prédios na conhecida praia de La Paloma (fotos abaixo de Gustavo Faro).


Na região da Costa de Oro, houve queda de uma grande quantidade de árvores devido ao vento intenso da segunda e de ontem. Somente no balneário de Salinas foram 42, segundo o El País. Na costa de Montevidéu, as águas agitadas com ondas grandes no Rio da Prata fizeram a alegria dos surfistas mais corajosos (foto abaixo superior do site Paipo). O mar teve ondas muito altas ainda em La Paloma (foto abaixo inferior do site Paipo), também atraindo surfstas para as águas agitadas e frias.



Já no Rio Grande do Sul, o vento foi mais forte no Litoral Sul com rajadas, em média, de 70 km/h a 80 km/h. O Porto de Rio Grande fechou ainda na metade da manhã por conta do mar muito agitado e o vento acima de 80 km/h. O vento perde força hoje à medida que o ciclone se afastará ainda mais do continente. E a quinta-feira começou gelada com frio de 2,1ºC abaixo de zero em Santa Rosa e 1,6ºC negativo em Vacaria. A próxima noite vai volta a ser fria com mínimas parecidas com as de hoje. O frio e a geada devem provocar danos na cultura de trigo. Alerta da MetSul Meteorologia ! A chuva retorna na sexta e pode ser muito volumosa e excessiva na sexta e no fim de semana na Metade Norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Sudoeste do Paraná com risco de granizo isolado e acumulados em alguns pontos de 150 mm a 250 mm, o que pode trazer cheias de rios e arroios, enchentes, queda de barreiras em rodovias e deslizamentos de terra. O pior cenário se desenha para Santa Catarina, de forma que desde já não se recomenda viajar ao estado vizinho para se passar este feriadão farroupilha.

Anúncios