Anúncios

Litoral Norte é uma das poucas áreas que têm escapado da prolongada onda de calor no Rio Grande do Sul | Nilson Wolff

O Rio Grande do Sul voltou a ter um dia escaldante nesta segunda-feira (3), primeiro dia útil de 2022. As máximas, como se previa, não atingiram valores tão extremos com os registrados no fim de semana, mas ainda foram muito altas em diversas regiões. Aumento de nuvens e chuva impediram aquecimento maior em vários municípios.

As máximas nesta segunda chegaram a 39,1ºC em Quaraí, 38,2ºC em Uruguaiana, 38,0ºC em Vila Nova do Sul, 37,9ºC em Livramento, 37,4ºC em Feliz, 37,2ºC em Teutônia, 37,0ºC em Lajeado, 36,7ºC em São Gabriel, 36,6ºC em São Borja, 36,2ºC em Dom Pedrito e Rosário do Sul, 35,8ºC em Rio Pardo e Westfália, 35,7ºC em Alegrete, 35,6ºC em Parobé, 35,3ºC em São Leopoldo, 35,2ºC em Campo Bom, e 35,1ºC em Jaguarão e São Vicente do Sul.


A onda de calor que assola o Rio Grande do Sul é muito prolongada. Em Quaraí, as máximas superam 35ºC todos os dias desde 27/12 com 37,3ºC (27/12), 37,8ºC (28), 38,4ºC (29), 38,0ºC (30), 39,1ºC (31), 38,9ºC (1º/1), 36,9ºC (2) e 39,1ºC (hoje). A última vez em que a temperatura não bateu em 30ºC à tarde em Quaraí foi em 14/12. De 14/12 a 26/12 muitos dias tiveram marcas perto ou acima de 35ºC.

Porto Xavier, região Noroeste do Estado, tem máximas acima de 35ºC todos os dias desde 24/12 com 36,6ºC (24/12), 38,1ºC (25), 38,6ºC (26), 37,8ºC (27), 39,4ºC (28), 40,4ºC (29), 38,9ºC (30), 38,1ºC (31), 40,5ºC (1º/1), 41,0ºC (2) e 36,1ºC (hoje). A última tarde com máxima que ficou abaixo de 30ºC no município foi em 30 de novembro e de 31/11 a 23/12 diversos dias apresentaram máximas entre 35ºC e 40ºC.


Começo de ano tórrido

Grande Porto Alegre teve o primeiro dia do ano mais quente desde o início das medições em 1984 em Campo Bom com 38,6ºC, batendo a maior marca de 1º de janeiro que era de 38,2ºC em 2007. Em outras cidades, o sábado teve 41,1ºC em Santa Rosa, 40,9ºC em Uruguaiana, 40,8ºC em Quaraí, 40,5ºC em Porto Xavier.

Ontem, Campo Bom foi a 41,1ºC, máxima que ficou a apenas 0,5ºC de igualar o seu recorde de quase 40 anos de máxima para janeiro que é de 41,6ºC em 10 de janeiro de 2006. As máximas ontem chegaram ainda a 42,1ºC em Feliz, 41,1ºC em Campo Bom, 41,0ºC em Porto Xavier, 40,6ºC em Santa Rosa, 40,5ºC em Parobé e Taquara, 40,3ºC em Lajeado, e 40,2ºC em Alpestre.

Estiagem e calor

A estiagem favorece prolongados períodos de calor no Rio Grande do Sul. São situações que se retroalimentam. O tempo seco prolongado favorece o calor e o calor piora a estiagem. Os dois dias mais quentes da história gaúcha, em 1917 e 1943, ocorreram sob seca no Estado. A pior onda de calor da história recente no estado gaúcho em janeiro, em 2006, se deu sob seca. Como a estiagem seguirá, os gaúchos vão enfrentar ainda muitos dias tórridos neste verão.

Próximos dias

O calor cede entre esta terça a quarta-feira no Rio Grande do Sul com aumento de nuvens e instabilidade, esperando-se declínio maior da temperatura nesta quarta com a passagem de frente fria. Mesmo assim ainda faz calor em diversas regiões gaúchas nesta terça antes da chuva e os temporais que isoladamente serão fortes a severos com vento e granizo. Na quinta, ar muito mais ameno cobre o Estado e proporciona dias agradáveis na segunda metade desta semana.

Anúncios