Anúncios

A constante formação de áreas de instabilidade no Norte da Argentina e no Paraguai tem trazido temporais isolados para o Oeste do Sul do Brasil, do Rio Grande do Sul ao Paraná. Um vendaval localizado atingiu o município de Marechal Cândido Rondon, no Oeste do Paraná, provocando a destruição de um galpão e a morte de frangos. O temporal foi resultado de áreas de instabilidade que avançaram a partir da província argentina de Misiones e do Paraguai para o Oeste de Santa Catarina e o Oeste do Paraná.

Jornal Sudoeste

Jornal Sudoeste

Ar quente, muito úmido e instável tem atuado nestes dias do Centro para o Norte do país, o que contribui para a formação freqüentes de áreas de instabilidade, o que explica a chuva volumosa registrada no Oeste e no Noroeste do Rio Grande do Sul, além do Oeste de Santa Catarina. O ar muito instável traz a formação de sistemas convectivos de mesoescala, aglomerados de nuvens carregadas, que são responsáveis por estes temporais.



A MetSul Meteorologia alerta que as condições devem seguir instáveis e propícias para a formação de áreas de tempestades isoladas no decorrer desta semana no Paraná, sobretudo entre quinta e sexta-feira que devem marcar uma intensificação da instabilidade no estado paranaense com chuva volumosa em muitas cidades com nuvens carregadas capazes de gerar vento forte e granizo em pontos localizados.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios