Anúncios

O alerta de temporais se confirmou e condições de tempo severo foram responsáveis por chuva localmente forte, granizo e vento forte ontem em diversas regiões. Caiu granizo em dezenas de cidades do Centro, Oeste e do Norte do Estado, onde a instabilidade foi mais intensa. Em alguns pontos, como em Santiago e Soledade, as pedras de gelo foram de grande tamanho, o que explica os prejuízos observados. Houve ainda vento forte. As nuvens muito carregadas de tempestade trouxeram vendaval com estragos na região de Lagoa Vermelha, onde estação meteorológica apontou rajadas de 97,5 km/h. Em Vacaria, a estação do Instituto Nacional de Meteorologia acusou rajada de 150 km/h, entretanto não significa que tenha ocorrido um tornado na área. O radar meteorológico mostrava uma “squall line”, uma linha de tempestades, que costuma trazer vento intenso não tornádico com grande intensidade (straight line winds). Em Porto Alegre e região, a chuva veio forte e com muitos raios durante a terça. A precipitação na Capital ficou perto de 30 mm em alguns bairros. Em outros pontos, no interior, entretanto, a chuva foi muito mais volumosa com acumulados entre 50 mm e 100 mm em diversas cidades gaúchas.



Granizo grande trouxe estragos na madrugada da terça no interior de Soledade – Sanchieli Knopf/Clic Soledade

Levantamento da MetSul Meteorologia indica a ocorrência de granizo durante a terça-feira em Santiago, Palmeira das Missões, Carazinho, Frederico Westphalen, Vacaria, Estação, Getúlio Vargas, Santa Rosa, Victor Graeff, Julio de Castilhos, Sananduva, Jari, Ipiranga do Sul, Ronda Alta, Alegrete, Tupanciretã e Salto do Jacuí, dentre outras cidades do Rio Grande do Sul. Houve queda de granizo de grande tamanho ainda em pontos de Santa Catarina e do Paraná, igualmente com prejuízos.


Granizo de grande tamanho danificou mais de 150 residências na cidade de Santiago – Portal Rafael Nemitz

A instabilidade esteve associada a nuvens carregadas associadas à área de menor pressão atmosférica e que se formaram sobre o Norte da Argentina ainda na noite de segunda-feira (1) e avançaram para o Rio Grande do Sul, onde se intensificaram. Este tipo de situação é muito comum na primavera e tende a se repetir no decorrer das próximas semanas. A instabilidade trouxe cenas típicas de verão com céu tomado por nuvens escuras e mesmo formações de nuvens Mammatus.


Dia virou noite na cidade de Santo Augusto antes da chegada do temporal nesta terça-feira – Sonya Sonyfera



Na cidade serrana de Veranópolis foram observadas no céu formações de nuvens Mammatus – Virginia Steiger

O sol aparece com nuvens esparsas na maior parte do Rio Grande do Sul durante esta quarta-feira. Pontos do Leste e do Nordeste do Estado, entretanto, ainda terão períodos de maior nebulosidade com céu nublado a encoberto, sobretudo na primeira metade do dia, em que não se afasta chuva ou garoa. É o caso de Porto Alegre. Mas mesmo estas áreas devem ter a presença de sol e nuvens ao longo desta quarta-feira. A temperatura estará amena. O vento deve soprar fraco a moderado no Rio Grande do Sul, mas com chance de rajadas ocasionais em algumas regiões. O sol aparece com nuvens no Estado na quinta, mas não se pode afastar instabilidade em cidades mais a Oeste e próximas das fronteira com o Uruguai. A MetSul Meteorologia adverte que na sexta-feira e no sábado, instala-se um novo quadro de instabilidade sobre o Rio Grande do Sul com chuva que deve ser localmente forte e volumosa com risco de novos temporais de vento forte e com queda de granizo.

Anúncios