Anúncios

Massa de ar quente e muito úmida cobre o Rio Grande do Sul, favorecendo instabilidade. Tal como era esperado e previsto, temporais isolados atingiram ontem várias regiões do Estado. Vento, granizo e chuva forte provocaram transtornos e danos principalmente em localidades do Vale do Sinos e em Uruguaiana, mas houve queda de árvores e postes em outros pontos do Estado como na região de Santa Maria e Frederico Westphalen. Em Campo Bom, antes do temporal fazia 37,5ºC com sensação maior devido à alta umidade. A chuva na cidade somou 39 mm em curto período. Em Porto Alegre, onde a chuva não passou de escassos pingos, a máxima chegou a 34ºC com índice de calor de 42ºC.



Terça-feira teve condições de tempo severo pelo interior do Esado com registros de Elia Zerk (Seberi), Neco Segabinazzi (São Borja), Fernandes Thyl (Novo Hamburgo) e Ijuí (Carlos Kist)



Temporal fez estragos em Dois Irmãos por Inezio Machado /Correio do Povo

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

A atmosfera segue bastante quente e carregada de umidade sobre o Rio Grande do Sul, o que deve favorecer novos temporais hoje, amanhã e sexta. Alguns, em pontos isolados, podem ser muito fortes a severos com potencial de danos. Dados analisados pela MetSul indicam que as taxas de instabilidade atingiriam seu pico de intensidade nesta quinta, da tarde para a noite. Na sexta, quando uma frente fria começar a avançar sobre a atmosfera quente e instável sobre o Rio Grande do Sul, o quadro também exigirá atenção e podem ser registrados novos eventos de tempo severo. Segue muito abafado até sexta, chamando mais atenção as elevadas marcas noturnas que as máximas à tarde, apesar do forte calor em diversas localidades. Refresca sábado com tempo instável ainda em parte do Estado.

Anúncios