Anúncios

O ingresso de ar quente, úmido e instável com o aprofundamento de uma área de baixa pressão no Paraguai provocou a formação do primeiro CCM (Complexo Convectivo de Mesoescala) da primavera no Norte da Argentina e no Paraguai na última noite. Este tipo de sistema, caracterizado por ser um aglomerado de nuvens carregadas com sua máxima atividade à noite, costuma trazer chuva forte e temporais. É mais comum na primavera e no verão. A manutenção do ar quente, úmido e muito instável no Norte da Argentina nos próximos dias manterá a forte convecção na região com novas ocorrências de temporais.




No Rio Grande do Sul, o céu foi coberto por nuvens altas hoje em consequência do CCM no Norte argentino e no Paraguai, o que não impediu que mais uma vez a temperatura em algumas cidades gaúchas superasse os 30ºC nesta tarde de quinta. Amanhã, no decorrer do dia, a chuva pode atingir principalmente o Oeste do Estado, mas pelos mais recentes dados o tempo seguiria seco na maior parte do Leste do Nordeste do Estado, inclusive em Porto Alegre, com calor. A instabilidade se generalizaria no Rio Grande do Sul durante o fim de semana, mas a chuva será irregular com pancadas fortes em pontos localizados e com baixos volumes em muitas cidades. Temporais isolados não são descartados. Ainda na primeira metade da semana que vem são esperadas pancadas de chuva, mas localizadas e mais concentradas na Metade Norte e parte do Oeste.

Anúncios