Anúncios

Tempestades severas atingiram o Paraguai no final da tarde e na última noite. Os temporais trouxeram estragos e inundações.

O município paraguaio mais castigado pelos temporais intensos foi o de Mariano Roque Alonso, no departamento Central. A cidade foi atingida por intensa tempestade de granizo acompanhada de vendaval que causou destelhamentos, queda de árvores e falta de energia.


 

Houve destelhamentos e colapso de estruturas pelo vento ainda na passagem de uma tempestade que castigou a cidade de Remansito, no departamento de Presidente Hayes, durante o final da tarde da quinta-feira.

O Norte da Argentina igualmente teve tempestades fortes. Granizo de médio tamanho atingiu as localidades de Napenay e Presidencia Roque Sáenz Peña, na província do Chaco. 

Os fortes temporais no Paraguai e na Argentina foram consequência de um sistema convectivo de mesoescala que se formou na região com o ar quente, úmido e de menor pressão atmosférica.  Estes sistemas, caracterizados como um aglomerado de nuvens carregadas, são mais comuns na primavera e no verão. 

Mesmo assim se formam no Norte da Argentina e no Paraguai no outono e no inverno, apesar da menor frequência.


A instabilidade não deve se limitar ao Paraguai e há previsão da MetSul de chuva e risco de temporais isolados nos estados do Sul do Brasil entre hoje e amanhã. 

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios