Anúncios

Tempestade de raios em Lima após 60 anos assustou moradores da capital peruana na segunda-feira | Senamhi

Moradores de Lima foram assombrados por uma tempestade de raios ontem que jamais tinham presenciado em suas vidas. O começo da manhã da segunda-feira foi marcado por muitas descargas elétricas e fortes trovoadas na capital peruana. Se para nós no Brasil um temporal com raios não tem nada fora do normal, para os habitantes de Lima é totalmente incomum.

Com efeito, em comunicado o Serviço Nacional de Meteorologia e Hidrologia do Peru (Senamhi), órgão oficial de Meteorologia do governo peruano, informou que a ocorrência de raios em Lima nas primeiras horas da manhã da segunda-feira se deu em razão de uma área de baixa pressão em altitude, também conhecida como “baixa fria”, que originou um sistema de tempestades que se moveu do oceano para o continente na direção Sudeste e trouxe as descargas elétricas para a capital peruana.


A situação é tão incomum que emissoras de televisão passaram o dia explicando a diferença de raio, relâmpago e travão ao público. Moradores impressionados foram às redes sociais publicar vídeos do temporal de raios que se abateu sobre a maior cidade do Peru. Os raios levaram medo aos funcionários e passageiros do Aeroporto Internacional Jorge Chávez.

De acordo com os meteorologistas do Senamhi, o evento de raios em Lima foi “anômalo” e não se via com tamanha intensidade desde 25 de abril de 1960, apesar de haver relatos que descargas elétricas foram observadas na capital peruana no ano passado. O órgão esclareceu que os raios não tiveram relação com o fenômeno El Niño, uma vez que o Pacífico está em fase de neutralidade atualmente. 

O mesmo sistema meteorológico, que os meteorologistas peruanos deram o nome de Tânia para o distúrbio em altos níveis da atmosfera, provoca ainda precipitação de neve e gelo em áreas de maior altitude, acima de 3 mil metros, nos Andes do Peru.


A previsão do Senamhi é que este sistema de instabilidade em altura na atmosfera seguirá atuando hoje e ainda amanhã no Peru, trazendo precipitação e ocorrência de neve em áreas de maior altitude. Em alguns pontos, a neve já acumula mais de 10 centímetros desde ontem.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios