Anúncios

Porto Alegre terá dias tórridos pela frente com as maiores temperaturas nesta época do ano desde a grande onda de calor do final de 2019. | ALEX ROCHA/PMPA

Análise da MetSul Meteorologia das grandes ondas de calor da história do Rio Grande do Sul indica que as máximas previstas para o fim de semana no estado devem ficar entre as mais elevadas já observadas nesta época do ano no território gaúcho desde o começo das medições há 110 anos.

Os dados históricos analisados indicam que a onda de calor em curso no Rio Grande do Sul, que vai se intensificar muito entre esta sexta e sábado com o seu máximo de intensidade previsto para o domingo, guarda semelhanças nesta época do ano com um evento de calor extremo recente, ocorrido no final de 2019.


Uma grande onda de calor castigou o estado na última semana de 2019, com máximas excepcionalmente elevadas e, em alguns municípios, até recordes para o mês de dezembro. O que se espera de temperatura entre hoje e o domingo é parecido com o que se experimentou há quatro anos.

A onda de calor do final de 2019, porém, foi mais prolongada. A estação meteorológica oficial de Porto Alegre, no bairro Jardim Botânico, anotou máximas de 34,3ºC em 24/12; 37,2ºC em 25/12; 35,4ºC em 26/12; 38,8ºC em 27/12; 39,0ºC em 28/12; 38,3ºC em 29/12; 36,4ºC em 30/12; 40,3ºC em 31/12; e 34,4ºC em 1º/1.


Assim, mesmo que a atual onda de calor supere marcas do final de 2019, ainda assim o episódio de calor extremo do final de 2019 pode ser considerado mais intenso, uma vez que as temperaturas muito acima do normal perduraram por quase dez dias e com vários dias perto ou acima de 40ºC na capital.

Digno de nota na história recente, um evento de calor extremo na segunda metade de dezembro em 2012, que foi muito quente. Em Porto Alegre, a temperatura na estação do Jardim Botânico atingiu 39,1ºC no dia 20, caiu nos dias seguintes com chuva forte, mas voltou a esquentar demais na sequência com 38,9ºC no dia 24 e 39,8ºC no dia 25, o Natal mais quente da história da capital.

A máxima de 40,3ºC de 31 de dezembro de 2019 é a maior já observada na cidade de Porto Alegre no mês de dezembro até hoje, desde o começo das medições regulares em 1910. Um dos poucos registros de máximas oficiais acima de 40ºC na capital gaúcha em mais de um século de observações.

Porto Alegre superou oficialmente 40ºC desde 1910 em apenas sete oportunidades com 40,7ºC em 1º/1/1943 (recorde absoluto e de janeiro); 40,6ºC em 6/2/2014 (recorde de fevereiro); 40,4ºC em 17/2/1929; 40,3ºC em 14/2/1958, 31/12/2019 e 16/1/2022; e 40,0ºC em 2/1/1949. No dia 16 de janeiro de 2022, a máxima foi de 40,3ºC na estação automática enquanto a convencional apontou 40,1ºC.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios