Anúncios

Rio Grande do Sul teve ontem pelo segundo dia consecutivo episódios de chuva forte a intensa. Temporal com muita chuva e raios atingiu Torres durante a tarde com 50 mm em apenas duas horas, o que provocou alagamentos.

A instabilidade concentrou-se, tal como previsto, na Metade Norte. Os maiores acumulados se deram em São Borja com 92 mm, Redentora com 88 mm, Erechim com 70 mm, e Vacaria e Três Coroas com 50 mm. Uma massa de ar quente e úmido cobre o Rio Grande do Sul, favorecendo nuvens de maior desenvolvimento vertical que trazem chuva e temporais isolados.


Hoje será o terceiro dia seguido com eventos de precipitação localmente torrencial com risco de tempestades de vento e granizo. Os volumes de chuva em algumas regiões, sobretudo da Metade Norte, podem ser bastante elevados.

A MetSul Meteorologia alerta que esse cenário segue nos próximos dias no Estado com freqüente instabilidade associada ao abafamento. Os acumulados podem ficar perto ou acima de 100 mm em diversas localidades do Sul ao Norte do território gaúcho.


Na área de Porto Alegre e região metropolitana, o tempo irá ficar mais instável amanhã e durante o fim de semana com chuva persistente em alguns momentos e que pode resultar em altos volumes na soma do período de 72 horas.  

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios