Anúncios

Um sistema de tempestades atuava no interior do estado de São Paulo na madrugada desta segunda-feira com chuva, raios e temporais isolados depois de ter provocado precipitações fortes e tempestades no Norte do Paraná e no Mato Grosso do Sul.


A imagem do satélite meteorológico GOES-16 da madrugada de hoje mostrava um sistema de natureza convectiva com nuvens muitos carregadas de tempestade atuando sobre a parte Oeste do estado de São Paulo. Os sensores de raios mostravam grande quantidade de descargas associada a esta zona de forte instabilidade atmosférica.

A estação meteorológica de Dracena registrou rajadas de vento superiores a 60 km/h. Até 5h da manhã de hoje, a chuva acumulada somava 34 mm na localidade do Oeste do estado de São Paulo.


A instabilidade trouxe ventania e volumes de chuva ainda mais altos no Norte do Paraná e no Mato Grosso do Sul. O acumulado de chuva em 12 horas até 5h de hoje atingia no Norte paranaense 63 mm em Cidade Gaúcha e 76 mm em Diamante do Norte. Já no Mato Grosso do Sul, a chuva no mesmo período alcançou 91 mm em Bataguassu, perto da divisa com o Oeste paulista.

Este sistema de tempestades deve apresentar enfraquecimento, mas da tarde para a noite vão se formar novas áreas de instabilidade no interior paulista com chuva em diversas regiões, embora se preveja que as precipitações sejam irregulares e não atinjam todas as cidades.

A MetSul Meteorologia alerta que a instabilidade aumenta muito nesta terça e na quarta em São Paulo com chuva generalizada e que será moderada a forte com altos volumes em diversas cidades, havendo o potencial para temporais isolados.

A instabilidade se reforça no estado paulista entre amanhã e quarta com a formação de uma área de baixa pressão e a aproximação pelo Sul de uma massa de ar frio. Esta incursão de ar frio trará queda acentuada da temperatura e gradual melhora do tempo no estado entre quinta e sexta-feira. A sexta-feira deve amanhecer com frio e mínimas baixas em muitos municípios paulistas.

Anúncios