Anúncios

As nuvens no chão. A fotografia abaixo mostra os bancos de nevoeiro hoje durante a manhã cobrindo Tramandaí em foto aérea registrada por drone. Muitas cidades do Rio Grande do Sul começaram a terça-feira com cerração. Porto Alegre, por exemplo, teve nevoeiro no Aeroporto Salgado Filho entre 3h e 9h da manhã. A visibilidade baixou a 400 metros em alguns momentos no aeródromo. Em alguns pontos do interior, a cerração durou até horas da tarde. O fenômeno é comum nesta época. Um estudo da Força Aérea Brasileira no aeroporto de Porto Alegre mostrou que junho é o mês em que há maior frequência de nevoeiro na Capital, seguindo-se maio e julho.



Mas não só a cerração marcou o começo da terça-feira. Fez ainda muito frio. Foi o dia 15º dia do ano e o sexto seguido em que a temperatura ficou abaixo de zero. A menor marca foi observada outra vez em Pinheiro Machado, na Serra do Sudeste, com -1,3ºC. A temperatura foi negativa ainda em Canela com -0,7ºC e em Soledade e Santa Rosa que tiveram -0,2ºC. A geada se fez presente, de novo, em diversos municípios. Em Porto Alegre, a mínima foi de 5,7ºC no Lami. Já a tarde teve máximas ao redor ou acima de 20ºC na maioria dos municípios, o que indica o ingresso de ar mais quente que elevará ainda mais a temperatura.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Segue fazendo frio à noite com nevoeiro. O Rio Grande do Sul terá nesta quarta-feira uma jornada parecida com a de hoje. O sol aparece acompanhado de nuvens altas no Estado. Mais uma vez se espera nevoeiro, neblina e cobertura de nuvens baixas em muitos pontos do território gaúcho em horas da madrugada e da manhã. Em alguns pontos, a cerração pode tardar a se dissipar com a abertura do tempo apenas no período da tarde. A madrugada é ainda fria com mínimas em áreas de baixadas, mas como ingressar ar gradualmente ar mais quente a tarde será agradável. No Noroeste gaúcho, inclusive, a tarde deve ser quente.

Anúncios