Anúncios

Douglas Becker

O deslocamento de um centro de baixa pressão que dará origem ao ciclone na costa trouxe chuva hoje para a maior parte do Rio Grande do Sul e que foi muito volumosa em algumas cidades, caso de Itaqui que sofreu com alagamentos.

Produtores rurais atendidos pela MetSul no Extremo Sul gaúcho relatam volumes de até 130 mm no acumulado das últimas 24 horas. Nas estações do Cemaden, os volumes foram altos hoje em diversas cidades até o começo da noite.

Itaqui: 108,2 mm
Jaguarão: 99,4 mm
Uruguaiana: 83,6 mm
Alegrete: 71,8 mm
Ivorá: 70,4 mm
Rosário do Sul: 53,4 mm
Cachoeira do Sul: 53,2 mm
Santa Maria: 49,8 mm
Dom Pedrito: 47,2 mm
Eldorado do Sul: 45,9 mm
Nova Palma: 41,8 mm
São Lourenço do Sul: 40,2 mm

A MetSul adverte que o risco de chuva forte a intensa permanece no final desta quarta e no começo da quinta em pontos do Estado, especialmente do Centro para o Norte gaúcho com o avanço de uma frente fria associada ao ciclone em formação. Porto Alegre e região metropolitana estão na área de risco de chuva forte.


No decorrer da quinta, o tempo deve apresentar melhoria gradual na maioria das regiões gaúchas, mas o vórtice do ciclone manterá o risco de chuva forte no Sul gaúcho, especialmente no Extremo Sul, em Santa Vitória do Palmar e no Chuí.

Anúncios