Anúncios

Gustavo Verardo

A instabilidade atmosférica deve marcar o tempo no Rio Grande do Sul hoje, amanhã e na sexta-feira. Uma massa de ar quente e úmido estará sobre o Estado no período e vai favorecer chuva em todas as regiões.

Essa é a boa notícia diante do quadro de estiagem que já fez com que mais de 90 municípios do Estado decretassem emergência. O que é má notícia será a irregularidade da chuva. Haverá locais em que os volumes devem ser até altos entre hoje e sexta, mas em muitas localidades vai chover pouco nestes três dias.


Um cenário que a MetSul Meteorologia antecipa é a formação localizada de nuvens de grande desenvolvimento vertical capazes de provocar chuva forte a torrencial com altos volumes em curta duração, além de vento forte e granizo.  

Foi o que ocorreu em Porto Alegre e Torres na tarde da segunda-feira na segunda (foto) e pode se repetir agora entre hoje e a sexta-feira. Como são formações bastante isoladas e que se desenvolvem rapidamente, impossível dizer com muita antecedência que ponto ou outro pode ser atingido seja por chuva forte ou temporal.


Neste tipo de situação é comum até que apenas parte de uma cidade seja afetada e outra não, ou seja, na escala de bairros. A área metropolitana está entre as regiões que neste período não se pode afastar chuva forte localizada ou mesmo a possibilidade de temporal passageiro.

Anúncios