Anúncios

Sob frio intenso pra maio e graupel no gramado, o meio-campista argelino do Manchester City, Riyad Mahrez (L), marca o primeiro gol no goleiro costarriquenho Keylor Navas, do Paris Saint-Germain, durante a partida da semifinal da Liga dos Campeões da UEFA entre Manchester City e Paris Saint-Germain (PSG), no Estádio Etihad em Manchester, Noroeste da Inglaterra | Paul Ellis/AFP/MetSul Meteorologia

Reino Unido tem até agora a primavera com mais frio em décadas, de acordo com dados do serviço meteorológico oficial, o Met Office. Quem viu o jogo ontem entre Manchester City e PSG pela Champions League se espantou, e com razão, com o gelo no gramado em pleno mês de maio. Não é comum fazer tanto frio nesta época do ano na Inglaterra.

O que cobriu o gramado foi um fenômeno chamado graupel ou pelotas de neve, o que foi reportado pelo aeroporto local (GS). Flocos de neve passam por camadas mais quentes contendo chuva líquida próximas do congelamento, se agregando em bolinhas de gelo.  A temperatura era de 4°C e havia nuvens Torre Cumulus (TCu) devido à circulação ciclônica em que é comum esse tipo de precipitação com frio intenso. 


ABRIL FOI DE FRIO INCOMUM NO REINO UNIDO 

Os números provisórios do Centro Nacional de Informações Climáticas do Met Office indicam que abril teve a terceira mais baixa temperatura mínima média do Reino Unido desde que os registros começaram em 1884, enquanto o País de Gales, a Escócia e a Inglaterra relataram suas médias entre as cinco mais baixas já registradas no mês.

As temperaturas máximas médias diárias também ficaram abaixo do normal, mas não tanto quanto as temperaturas mínimas. Foi a menor mínima média no Reino Unido desde 1922. 

PRIMAVERA DE GEADA

A primavera de frio no no Reino Unido trouxe em abril a maior incidência de geada no mês em 60 anos, com uma média de 14 dias de geada, superando o número recorde anterior de 11 dias em 1970 (os registros de geada remontam a 1960). 

Esse número de dias de geada é mais comum em dezembro, janeiro ou fevereiro ao passo que o número médio de geadas em abril é de cinco dias. 

MAIS SOL

Apesar do clima com baixas temperaturas mínimas e das geadas, grande parte do Reino Unido teve um abril atipicamente ensolarado, com todos os países, exceto a Inglaterra, relatando horas de sol no mês como o maior valor já registrado desde 1919. 

Isso ocorreu na Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte que quebraram seus recordes existentes de horas de luz solar no mês, com o Reino Unido como um todo tendo 52% mais horas de luz solar do que a média de longo prazo. 

Na Escócia, foi o segundo ano consecutivo em que as horas de sol de abril quebraram o recorde existente, com o número de 216,6 em 2021 superando os 204,6 em 2020 no topo do ranking.


O Reino Unido experimentou o abril mais ensolarado da história, com 225,1 horas, superando o recorde estabelecido no ano passado com 224,5 horas. A Inglaterra, por sua vez, teve seu segundo abril mais ensolarado já registrado, com as 229,8 horas deste ano não conseguindo superar as 239 horas registradas em 2020.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Abril de 2021 será lembrado ainda como um mês seco. Todos os países do Reino Unido relataram chuvas em seus dez níveis mais baixos já registrados no mês ao longo da série histórica. 

Anúncios