Anúncios

Em uma imagem de satélite impressionante, quase todo o Canadá, o Norte e o Nordeste dos Estados Unidos apareciam cobertos de neve neste domingo com a diminuição da nebulosidade a partir do ar seco e gelado do Ártico impulsionado por um enorme ciclone bomba na costa do Nordeste norte-americano.

NOAA

Ao menos um pé de neve (30,5 cm) caiu em nove estados de Maryland ao Maine com as quantidades maiores perto da costa. Acumulação acima de 60 centímetros foi observada a Leste Long Island, no litoral de Rhode Island e no leste de Massachusetts. Frio extremo se seguiu à tempestade com sensação térmica congelante.


Boston mediu 23,6 polegadas (59,9 cm) no sábado, seu dia de janeiro com mais neve já registrado e que igualou o recorde diário de neve para qualquer mês. O total da tempestade de dois dias de 23,8 polegadas (60,4 cm) é o sexto maior da história da cidade. Por oito horas seguidas, a cidade suportou uma combinação de neve pesada, ventos com rajadas de mais de 60 km/h e uma visibilidade de 300 metros ou menos.

O Leste de Massachusetts foi particularmente atingido. Vários locais registraram pelo menos 30 polegadas (76 cm), incluindo Sharon e Stoughton, cerca de 32 quilômetros a Sudoeste de Boston. Diversos locais no Leste da Nova Inglaterra e no litoral do Meio-Atlântico sofreram condições de verdadeiras nevascas, definidas por pelo menos três horas de ventos frequentes de 56 km/h e visibilidade restrita na neve. As rajadas de vento mais fortes atingiram o Leste de Massachusetts com rajadas de até 108 km/h em Nantucket e 130 km/h em Cape Cod.


Carros soterrados pela neve em Beacon Hill, em Boston, depois da passagem da tempestade de inverno que igualou o recorde de neve para um dia da cidade do estado de Massachussets | SCOTT EISEN/GETY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Ondas quebram sobre casas à beira-mar em Scituate, Massachusetts, com um ciclone bomba na costa Nordeste dos Estados Unidos | JOSEPH PREZIOSO/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Boston parece ter entrado em uma era com tempestades de neve frequentes. Registros são mantidos na cidade desde o final do século 19 e todas as 10 maiores tempestades de neve de dois dias registradas ocorreram desde 1969, e seis delas desde 2003.

Os cientistas dizem que as temperaturas mais quentes do ar e do oceano devido às mudanças climáticas aumentam a quantidade de umidade disponível para as tempestades de inverno, potencialmente aumentando a quantidade de neve. Antes da tempestade de sábado, as temperaturas dos oceanos ao longo das costas do Meio-Atlântico e da Nova Inglaterra estavam muito acima do normal.

No Sul dos Estados Unidos, o Serviço Nacional de Meteorologia (NWS) informou que as temperaturas na manhã deste domingo caíram para 2,2ºC na área de Redland, em Miami-Dade, e Palm Beach. Fez -2,2ºC em Naples. O vento frio reduziu as temperaturas para 3,3ºC em Miami e 1,1ºC às 6h53 no Aeroporto de Fort Lauderdale-Hollywood. Fez -1,1ºC no Aeroporto Internacional de West Palm Beach.

Anúncios