Anúncios

A estiagem prossegue no Rio Grande do Sul com enormes déficits hídricos acumulados desde o mês de novembro no Estado. A grande pergunta que se faz é quando podemos ter chuva mais frequente, fundamental para a reposição hídrica.

O cenário que se esboça nos próximos 15 dias é muito desfavorável para chuva na maior parte do Rio Grande do Sul. Não apenas deve chover pouco na maioria das localidades como a frequência de chuva será baixa.


A janela de oportunidade para chuva mais frequente e volumosa mais próxima que estamos enxergando é para a segunda metade do mês de maio. Isso porque no período a chamada Oscilação de Madden-Julian estará passando pelas longitudes nossas da América do Sul.

A Oscilação de Madden-Julian é uma área de maior instabilidade que circunda o mundo a cada 30 a 60 dias. A OMJ favorece atividade ciclogenética, ou seja, a formação de ciclones, e também uma maior ocorrência de chuva. Dependendo de sua intensidade, a oscilação intrasazonal pode trazer mais ou menos chuva na sua passagem. 


Anúncios