Anúncios

Primavera mostrou sua cara nesta semana em Moscou após o rigoroso inverno | Alexander Nemenov/AFP/MetSul Meteorologia

O inverno russo é famoso por ser longo e rigoroso. Já foi definitivo para liquidar campanhas militares inimigas. Seja por Napoleão ou na Segunda Guerra Mundial. Então, quando o calorzinho de primavera chega, a temperatura alta é um alívio para os moscovitas e russos. 

Então, a semana que termina teve temperatura muito acima do normal na capital russa e proporcionou marcas elevadas muito antes do habitual. 


A temperatura em Moscou na terça-feira subiu a níveis não vistos para o dia por em pelo menos 140 anos de dados. O recorde diário de máxima fez com que as pessoas se reunissem ao ar livre para aproveitar as condições excepcionalmente quentes para a época do ano.

Moscovitas aproveitam os 22°C após meses de inverno | Dimitar Dilkoff/AFP/MetSul Meteorologia

Na terça-feira, a temperatura em Moscou, capital e maior cidade da Rússia, subiu para 22,6°C, a mais alta em 13 de abril em pelo menos 140 anos de observações.


Na quarta-feira, outro recorde foi estabelecido quando a temperatura subiu para 22°C. Isso quebrou o recorde anterior de 20,8°C, alcançado pela última vez em um 14 de abril em 1962, de acordo com boletim do Serviço Federal de Hidrometeorologia e Monitoramento Ambiental da Rússia.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

As altas temperaturas em Moscou, pouco acima dos 20ºC, normalmente ocorrem durante o início de junho e não tão cedo. Os recordes diários em Moscou foram quebrados em meio ao ingresso de ar quente que atingiu grande parte do Oeste da Rússia.

Anúncios